Ex-apresentadora da ESPN, Juliana Veiga processa emissora e pede quase R$ 1 milhão de indenização

Juliana Veiga trabalhou na ESPN Brasil por 7 anos

Juliana Veiga quando apresentava o SportsCenter na ESPN Brasil: processou a emissora na Justiça do Trabalho (Divulgação/ESPN Brasil)
Publicidade

Apresentadora por pouco mais de sete anos da ESPN Brasil, onde ancorou o SportsCenter, a jornalista Juliana Veiga processou a emissora esportiva na Justiça do Trabalho. A locutora, famosa por ter uma bela voz, pede reconhecimento de vínculo empregatício com a ESPN Brasil e pede uma indenização de exatos R$928.360,24 para compensar perdas por não pagamento de direitos trabalhistas.

Segundo os autos do processo, aos quais o Observatório da TV, Juliana Veiga reclamou que o seu contrato foi rescindido por opção da ESPN. No entanto, ela argumentou que na rescisão, feita por opção da ESPN Brasil, o canal pago não pagou qualquer tipo de valor como indenização mesmo com anos de trabalho.

O processo está correndo na 78ª Vara do Trabalho de São Paulo. Na primeira instância, a Justiça do Trabalho deu ganhou de causa para a ex-apresentadora do canal pago e determinou o pagamento da indenização. No entanto, a ESPN Brasil entrou com recurso e o processo continua em segunda instância, ainda sem previsão de decisão.

Procurada oficialmente pela reportagem do Observatório da TV, a apresentadora Juliana Veiga preferiu não comentar o assunto, mas confirmou a existência do processo. Já a ESPN Brasil afirmou que não comenta questões judiciais que ainda estão em andamento e não terminaram de tramitar na Justiça.

Atualmente, Juliana Veiga é a voz do metrô de São Paulo.

Apresentadora é o segundo ex-nome da ESPN Brasil que entrou com processo contra emissora

Curiosamente, Juliana Veiga é o segundo nome que foi dispensado da ESPN Brasil nos últimos anos e que entrou com processo trabalhista contra a emissora. O primeiro foi o jornalista Dudu Monsanto, que foi colega de Juliana Veiga por anos na apresentação da edição do meio-dia do SportsCenter.

Dudu Monsanto e Juliana Veiga: dupla ex-SportsCenter agora processa a ESPN (Divulgação)
Dudu Monsanto e Juliana Veiga: dupla ex-SportsCenter agora processa emissora (Divulgação)

Contratado por 14 anos pela ESPN Brasil, Dudu Monsanto pediu reconhecimento de vínculo empregatício, assim como Juliana Veiga. No entanto, ele pede um valor maior do que Juliana Veiga pede, de R$ 1,58 milhão. O processo de Dudu Monsanto contra o canal pago ainda não foi julgado.

Publicidade