Publicidade

Primeira protagonista de Malhação, Juliana Martins comenta trabalho feito na cadeia e afirma: “Saudades de fazer TV”

A estrela está longe da TV desde Geração Brasil

Juliana Martins, primeira protagonista de Malhação
Publicidade

Conhecida por ter vivido Bella, a primeira protagonista de Malhação (1990), Juliana Martins desenvolveu uma série após ter dado aulas no Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas), no Rio de Janeiro, para menores que se envolveram com o crime.

“Passei um ano e meio indo ao presídio. As aulas duravam quatro horas e aconteciam duas vezes por semana. Trabalhei com eles o livro Capitães de Areia [de Jorge Amado]. Foi uma experiência incrível. Vivi bons momentos e não me senti ameaçada de forma alguma”, garantiu a estrela à Patrícia Kogut.

“Entendi muita coisa sobre adolescência, família, leis, injustiça e criminalidade. Escrevi bastante e filmei depoimentos meus e dos meninos. Quero transformar isso em série. Já estou em conversas com uma roteirista e uma diretora. A ideia é que eu atue no projeto, interpretando a minha personagem”, contou a artista.

Continua depois da publicidade

A artista está sem um papel fixo na TV desde Geração Brasil (2014). “Tenho minhas ideias de projetos, mas adoro ser convidada também. Por enquanto, não há nada à vista. Estou com saudades de fazer TV. Em 2020, completo 35 anos de carreira. E Malhação vai fazer 25. É um ano simbólico”, concluiu Juliana.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade