Alfredo se fere ao fugir da polícia

Ele é cuidado por Inês

Alfredo (Nicolas Prattes) em Éramos Seis
Publicidade

Alfredo (Nicolas Prattes) está cada vez mais envolvido na luta política em Éramos Seis. Juntamente com Lúcio (Jhona Burjack), o rapaz acredita que o povo precisa lutar pelos seus diretos, e contra os desmandos do presidente Getúlio Vargas, que toma medidas impopulares, que não valorizam a voz da população. Mas o filho de Lola (Gloria Pires), acabará se ferindo ao fugir da polícia.

“Ele sentou na cadeira à força. Era pra ser provisório e o que temos? Uma ameaça de ditadura. Tem que ir a uma reunião na faculdade comigo, Alfredo. Está muito alheio, desde que começou a trabalhar na loja”, cobrará Lúcio em conversa no cabaré.

Mais tarde, o rapaz irá com o amigo e filho de Genu (Kelzy Ecard) distribuir panfletos de oposição ao governo. “Não podemos aceitar os desmandos do Governo Provisório…”, dirá aos transeuntes, enquanto Lúcio também falará palavras de incentivo: “Vamos lutar. A ditadura está batendo à nossa porta!”.

Nisso, Tião (Izak Dahora) os alerta de que a polícia apareceu. Como naquela época, qualquer manifestação contrária ao governo era proibida, os rapazes saem correndo cada um para um lado.  Alfredo tenta pular um muro, e acaba cortando a mão em um caco de vidro.

Ele fica um tempo vendo a mão sangrar, e depois vai até um hospital. Ele não consegue ser atendido, até que Inês (Carol Macedo) aparece, e resolve ela própria cuidar de seu ferimento, deixando-o encantado. As cenas vão ao ar na próxima quarta-feira

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade