Afonso aconselha Virgulino a desistir de esquema desonesto

Homem não estava conseguindo encarar os filhos

Virgulino (Kiko Mascarenhas) em Éramos Seis
Publicidade

Virgulino (Kiko Mascarenha) foi ameaçado por seu patrão e acabou aceitando as condições do homem para entrar num esquema de caixa dois na companhia telefônica em que trabalha. A decisão pesou sobre a moral do homem, mas sequer afetou sua esposa, Genu (Kelzy Ecard) já até começou a pensar nas reformas que fará em sua casa, com o dinheiro ilegal. Mas nos próximos capítulos de Éramos Seis, ele vai ser aconselhado a desistir da negociata.

Tudo começa quando desolado, ele procura Afonso (Cássio Gabus Mendes) para desabafar. “Amanhã vou ter que assinar o papel, aceitando a falcatrua… O lugar onde eu trabalhei por estes anos todos e nunca fiz nada desonesto”, diz ele. O dono do armazém fica chocado pela chantagem que lhe foi feita.

Já Virgulino sente-se fraco por não ter conseguido levantar da mesa e dar um soco na cara de Hilton como ele gostaria, e afirma que mesmo indo para a cadeia por isso, ele não se sentiria sem vontade de ir para a casa, ou mesmo olhar nos olhos de seus filhos.

Mas Afonso resolve colocar uma pulguinha atrás da orelha do amigo, para fazê-lo voltar a si. “Se é assim que se sente… Ainda não cometeu o delito, não assinou nada, apenas prometeu… e promessas podem ser quebrada”, dispara. E assim, Virgulino faz, ao chegar na empresa, ele procura Hilton e diz que não aceitará o suborno. As cenas estão previstas para serem exibidas no capítulo 97, que vai ao ar na terça-feira, 21 de janeiro. Alterações podem ocorrer devido à edição dos capítulos.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade