Jean Wyllys resolve processar Ratinho por causa de fake news repercutida pelo apresentador em seu programa

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (18), foi ao ar no SBT a edição do Programa do Ratinho que teve a presença de Sergio Moro, Ministro da Justiça. Durante a conversa, o apresentador resolveu repercutir uma fake news na qual teve acesso.

“Esse jornalista [Glenn Greenwald] é namorado de um deputado [David Miranda] e comprou o mandato do deputado Jean Wyllys. Tudo isso eu recebi, não sei se é fake news. Recebi! Se for verdade, é muito maior do que a gente imagina. Porque envolve outro país”, falou o artista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por causa da manifestação de Carlos Massa sobre o assunto, Jean resolveu entrar com um processo por calúnia e difamação contra o comunicador. “Como disse um texto [publicado na revista Veja], ‘é sordidez de Ratinho. Ele sabe que tudo não passou de uma fake news. Se não sabia, deveria saber’”, afirmou o ex-deputado à Mônica Bergamo, colunista da Folha de S. Paulo.

Wyllys alfinetou
também Moro. “Moro ouviu a mentira e se calou porque sabe que a calúnia o
beneficia. Isso não é postura de um juiz tampouco de um Ministro da Justiça.
Mas essa conduta de Moro está em completo acordo com o que o [site] The
Intercept tem revelado dele na condução da Lava Jato”, apontou Jean.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio