Caio Paduan diz que Quinzinho de Verão 90 vive numa bolha: “É mais covarde do que cruel”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Verão 90, Quinzinho (Caio Paduan) causou a morte de Nicole (Bárbara França), mas deixou que João (Rafael Vitti) fosse responsabilizado pelo óbito. Além disso, mesmo tendo um namoro com Larissa (Marina Moschen), tinha um caso com Dandara (Dandara Mariana).

Em entrevista ao jornal Extra, o ator disse que o personagem é a cara da elite brasileira. “Foi privado pelos pais, viveu numa bolha. Do alto da cobertura de Quinzinho não dá pra ver o mundo lá embaixo, ele não tem noção de como as pessoas vivem. Ele é mais covarde do que cruel. Mas, uma hora, vai ter que pagar por seus erros”, disse o astro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Verão 90: Galdino se torna um ‘empresário’ de sucesso

“O acidente com Nicole e a prisão de João marcam, traumatizam, fazem Quinzinho acordar. Ele para e reflete. Uma pessoa morrer por sua culpa é muito sério! Eu torço para que ele assuma o que fez”, avaliou o artista, garantindo que agiria de maneira diferente.

Leia também: Verão 90: Vanessa manda matar Jerônimo, mas se arrepende

“Desde criança, eu sempre fui aquele que fazia as coisas erradas e
assumia. Se erro, peço desculpas logo. Sagitariano não gosta de ficar no clima
ruim por muito tempo”, contou o astro, dizendo também que não se envolveria com
duas mulheres ao mesmo tempo.

“Quando eu amo, sou muito intenso. Tem que ser uma de cada vez, né?
E eu sou muito desorganizado também, não conseguiria conciliar”, concluiu
Paduan.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais