“Pegou todos de surpresa”, diz Glória Pires sobre adiantamento de Éramos Seis

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produzir uma novela certamente dá um trabalho danado. Que dirá quando, além de tudo, a estreia dessa obra é antecipada e obriga todo o elenco e produção a correr contra o tempo para entregar os primeiros resultados meses antes do previsto? É mais ou menos o que aconteceu quando a Globo decidiu adiantar o lançamento da nova versão de Éramos Seis.

Inicialmente, a adaptação de Ângela Chaves para o livro de Maria José Dupré iria debutar somente em 2020 na faixa das 18h do canal carioca. No entanto, a direção da emissora resolveu alterar seu cronograma e escalá-la para substituir Órfãos da Terra já em outubro deste ano. Notícia que pegou desprevenido não só o público, mas também os próprios atores.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Antonio Calloni será par de Gloria Pires no remake de Éramos Seis

“Super antecipado, pegou todo mundo de surpresa. Eu saí das minhas férias direto pra cá”, confessou, em depoimento à revista Contigo!, a atriz Glória Pires. Será dela o papel da protagonista da trama, Dona Lola. A mesma personagem foi vivida por Cleyde Yáconis, Nicette Bruno e Irene Ravache nas novelas homônimas de 1967, 1977 e 1994, respectivamente.

Na nova Éramos Seis, Glória fará par romântico com o ator Antonio Calloni. Ele interpretará Júlio, marido de Lola. No remake de 94, produzido pelo SBT, Othon Bastos viveu o papel. “É a primeira vez que vou contracenar com o Calloni, e eu estou amando! Ele é um dos meus ídolos”, comemorou Glória. Ela está de férias desde o ano passado, quando interpretou Elizabeth em O Outro Lado do Paraíso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio