Chico Pinheiro e Rodrigo Bocardi ironizam gafe de Tramontina e caem na risada

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta quarta-feira (20) do Bom Dia São Paulo, informativo da TV Globo exibido na capital paulista, Rodrigo Bocardi, apresentador do formato, foi surpreendido por uma brincadeira de Chico Pinheiro, que estava no estúdio do Bom Dia Brasil interagindo com o âncora.

Após passar algumas informações, Chico resolveu relembrar a gafe feita por Carlos Tramontina na última quinta-feira (14), que ao tentar falar o horário no Radar SP, declarou que era “seis e ônibus”, se corrigindo depois para “seis horas e onze minutos”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Rodrigo Bocardi protagoniza ‘climão’ com Gloria Vanique: “Quero ajuda, né?”

“No mais, é o seguinte: eu tô de volta às oito e ônibus”, ironizou o jornalista. “Que isso? Não, oito e ônibus não, seis e ônibus”, rebateu Bocardi, caindo na risada. “O jornal aqui é oito e ônibus. E faz sentido, sabe porque? Onde é que o ônibus para? No ponto”, explicou Pinheiro.

Leia também: Rodrigo Bocardi faz brincadeira durante telejornal da Globo e as respostas impressionam

Rodrigo Bocardi cai na risada ao informar sobre ladrão que evacuou alianças

Na edição do dia 22 de maio do Bom Dia São Paulo, noticiário exibido pela TV Globo na capital paulista, Rodrigo Bocardi, apresentador do formato, se divertiu ao falar sobre a prisão de um ladrão que roubou um casal e engoliu as alianças das vítimas.

“Ele ficou isolado no setor de enfermaria até que todo processo… Como eu digo isso? Todo processo digestivo fosse… Sei lá, feito. Como eu vou detalhar isso? Depois do processo concluído, as alianças apareceram e tinham os nomes”, contou o jornalista, aos risos.

Ana Paula Araújo, que interagia com Bocardi dos estúdios do Bom Dia Brasil, também não se conteve ao comentar o caso. “Como usa essas alianças depois de novo? Que situação!”, disse a profissional. “Para isso existe álcool, pano, água… Tudo isso é sério. Deixa eu contar”, rebateu Rodrigo. “Que horror!”, reagiu Ana. “O aparelho digestivo do preso está funcionando bem”, concluiu o âncora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio