Casagrande e pai de Neymar trocam farpas ao vivo no SporTV

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O programa Grande Círculo, do SportTV, teve um momento de ‘climão’ Walter Casagrande e Neymar da Silva, pai do Neymar Jr. Os dois se encontraram no programa de sabatinas um ano depois de trocarem farpas publicamente. Na atração, eles debateram se o jogador do Paris Saint-Germain é ‘mimado’.

O pai Neymar considerou os comentários de Casagrande ‘muito pessoais’ e ‘impertinentes’. O posicionamento faz referência a uma declaração do ex-jogador, que chamou o atacante Seleção Brasileira de mimado e o acusou de colocar sua equipe em risco por causa de suas atitudes. “Estamos criando um monstro, ao invés de corrigi-lo para ele virar gênio”, disse, na época.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: GloboNews cria novo jornalístico; Heraldo Pereira será o apresentador

“Quando as coisas são faladas repentinamente, várias vezes, ainda mais por alguém do seu tamanho e de uma emissora como a Globo, isso pode começar a virar uma verdade. Era um momento de você chegar e falar, pô, freia, segura”, disparou o pai do craque.

O pai justifica sua proteção ao filho

“Seu comentário foi muito pessoal, né? Não foi pertinente o comentário. Por mais que você quisesse colocar o Neymar em uma posição de mimado, não era pertinente. Você tinha que falar desportivamente. Toda ação gera uma reação. O mimado, se você analisar o Neymar, ele não é protegido dentro de campo. Nem por árbitro e nem por adversário. É natural que um filho seja protegido pelos pais”, acrescentou.

Casagrande rebateu: “Depois que eu vi o tamanho da proporção, até em relação a mim, eu não falei mais essa palavra [mimado]. Só que eu fiquei assustado, não só com o seu comportamento, mas como isso movimentou no mundo do esporte. Na minha opinião, eu não vi nada de mal, fui bem curto”.

“Se ele é protegido pelos pais, amém. A posição de mimado desportivamente não é nada pertinente. Só ia causar uma especulação. A família está do outro lado, as pessoas estão do outro lado. Se você fala uma pessoa mimada, eu entendo. Mas jogador mimado não. O atleta não é mimado. Não tem treinador passando a mão na cabeça dele. É um dos caras que mais treinam, tem muita responsabilidade profissional. Ele está em todos os campeonatos que exigem, não foge de nada. Se eu te falei alguma coisa, desculpa aqui agora, mas não foi pertinente”, rebateu o convidado.

Em seguida, Casagrande encerrou o assunto. “Não vou levar adiante porque aí vira uma discussão pessoal, mas para mim já era. Essa coisa deve ter atrapalhado Neymar, mas me atrapalhou muito também, porque depois disso qualquer comentário que eu fazia sobre ele, as pessoas falavam que era uma perseguição”, disse.

Confira:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio