Cauã Reymond e Rosi Campos relembram Da Cor do Pecado no Encontro: “Dava mais ibope que a novela das oito”

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta quinta-feira (12) do Encontro com Fátima Bernardes, Cauã Reymond participou do programa e foi surpreendido quando a apresentadora pediu para Rosi Campos entrar no estúdio do formato.

Veja: Participação ‘diferentona’ de Tonico Pereira no Encontro causa na web

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A dupla aproveitou para falar sobre Da Cor do Pecado, trama das 19h de João Emanuel Carneiro na qual o ator era o surfista e lutador Thor, filho de Edilásia Sardinha, a Mamuska, interpretada por Rosi.

Leia também: Bruno Gissoni participa do Encontro e vira assunto na web por motivo inusitado

“A gente dava mais ibope que a novela das oito”, relembrou Cauã. “Foi uma novela que deu bastante trabalho para eles que faziam meus filhos porque tinham que ensaiar todas as lutas. O Cauã tinha facilidade porque ele já luta, faz surfe, é inteligente. Era um trabalho muito grande, mas era uma delícia”, elogiou Campos.

Fátima Bernardes relembra no Encontro quando segurou a taça da Copa

A saber, na edição do último dia 14 do Encontro, Fátima Bernardes relembrou quando em 2002 cobriu a Copa do Mundo no Japão para o Jornal Nacional e segurou a taça durante uma entrevista que fez no ônibus da seleção brasileira.

“Eu lembro. O [jogador] Lúcio [me passou]. Gente, diz que só chefe de estado ou jogadores campeões podem erguer, então eu devolvo logo. Vai que dá alguma coisa errada e tiram essa taça do Brasil porque eu tô segurando isso aqui. Peguei e devolvi rapidinho”, contou a apresentadora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio