Publicidade

Bom Sucesso terá personagem inspirado em canal no YouTube: “É algo diferente”

Publicidade

Conhecido por fazer trabalhos na Globo como a temporada 2011 de Malhação, o ator Felipe Haiut está ansioso pelo início de Bom Sucesso, a próxima trama das 19 horas da emissora. É que o ator fará um personagem chamado Jefersson, um nerd tímido que cria personagens de seus colegas de trabalho. E, curiosamente, ter vários personagens em um só tem muito a ver com sua vida.

Felipe tem uma ONG chamada Conexão do Bem, que tenta humanizar o tratamento de doenças mais sérias nos hospitais do Rio de Janeiro. Por causa da estreia do folhetim da Globo, o ator vai levar o projeto para o bairro de Bonsucesso, onde se passa a trama.

“A gente leva teatro e música para os hospitais. A gente está com seis hospitais, e como a novela se passa em Bonsucesso (bairro do Rio), eu vou levar o projeto para o Hospital Estadual do bairro. A gente vai pra dentro do Hospital para mostrar o que está acontecendo na cidade, e dar uma alegria para todos. É um trabalho político e cidadania. A novela vai ajudar a impulsionar”, afirmou ele em entrevista para o jornalista André Romano, do Observatório da Televisão.

Continua depois da publicidade

Jefersson

Sobre seu personagem na nova novela das 19 horas, Haiut explicou que ele não é exatamente o que parece. Jefersson é um sujeito tímido, mas que quando está fora da editora Prado Mendonça tem um hobby. Ele cria bonecos e personagens baseados em seus colegas de trabalho.

“Eu faço o Jefersson. Aparentemente, ele é só o técnico de informática da editora Prado Monteiro, mas ele tem uma vida dupla. Ele aproveita a vida dupla para criar personagens on-lines. Ele cria bonecas, e a partir daquilo, ele cria histórias paralelas. É tudo escondido. Ele é meio nerd. Para mim, ele é um artista enclausurado”, disse Haiut.

Personagem de Bom Sucesso foi inspirado em canal no YouTube

Girls in the House: série famosa no YouTube inspirou Bom Sucesso (Divulgação)

A inspiração para a criação do personagem de Felipe Haiout para Rosane Svartman, uma das autoras da novela junto com Paulo Halm, foi um canal no YouTube que faz exatamente na vida real a história que será contada na ficção. Rosane se inspirou no canal Girls In The House, um fenômeno na plataforma de vídeos.

“Tem um canal no YouTube que se chama Girls in the House. A Rosane Svartman conheceu o canal e criou esse personagem. É algo diferente. Através de nossa fono, eu fui entendendo que dentro da loucura dele, eu fui entendendo o personagem”, explicou Felipe.

“Existe muitas vozes, muita gente dentro dele. No dia a dia, ele era um cara seco. Ele é muitos personagens em um só. As vezes é uma personagens que fala assim (imita voz fina), depois é um personagem que fala assim (imita fala grossa)”, concluiu ele.
Para construir as novas vozes, Felipe disse que se inspirou em personagens como o Patela.

“Os personagens foram surgindo por aqui mesmo. A voz do Pateta foi algo que me ajudou muito. Eu nunca tive algo parecido, e agora eu estou me apaixonando por essa área. Eu conversei muito com o Felipe Cabral, que é o responsável por esses personagens, e com a Rosane também. E a Rosane soltou o que esperava dessa personagem. Foi muito em conjunto, foi um trabalho colaborativo”, explicou.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade