Publicidade

Bruna Marquezine comenta cancelamento de entrevista no Fofocalizando: “Nunca me respeitou”

Catarina (Bruna Marquezine) em Deus Salve o Rei
Publicidade

A direção do programa Fofocalizando confirmou, na tarde de hoje (sexta-feira, 22), o cancelamento de uma matéria que iria ao ar, contendo uma entrevista potencialmente polêmica com a atriz Bruna Marquezine. A decisão foi tomada em virtude da repercussão negativa, nas redes sociais, em torno das chamadas do material.

Isso porque, dentro da matéria, Bruna era questionada a respeito do que pensava da relação entre Neymar e Anitta e se preferia a funkeira com seu ex ou com Gabriel Medina. Após o comunicado do SBT, a própria atriz global veio a público comentar o fato. No texto publicado em seu perfil pessoal no Twitter, ela não poupou críticas ao vespertino da Anhanguera e ao jornalista Leo Dias, um de seus apresentadores.

“O material não vai ao ar porque – e ainda bem, porque a minha crença na bondade humana – o próprio público se manifestou em sua grande maioria a meu favor quando viram as chamadas para essa suposta matéria”, enunciou Bruna.

Continua depois da publicidade

“Há muito tempo narrativas fictícias e distorções absurdas de fatos (que nunca levam em conta consideração ao próximo, responsabilidade emocional, empatia e humanidade) tomam conta especialmente do ambiente midiático e das redes sociais. Elas são construídas e alimentadas com a única finalidade de dar audiência e cliques a qualquer preço”, detonou a ex-namorada de Neymar.

“Essa entrevista – um episódio que deveria ser uma aula do que não fazer no jornalismo – não deixará de ser exibida por respeito a mim. Esse programa e esse jornalista [Leo Dias] nunca me respeitaram como pessoa, como cidadã e nem como profissional”, concluiu Marquezine.

Direito de resposta

Com o Fofocalizando ainda no ar, Leo Dias decidiu usar a mesma plataforma, o Twitter, para responder às ‘acusações’ feitas por Bruna Marquezine. “Bruna, esta reportagem de ontem não foi feita por mim e, após analisarmos melhor a situação, sugeri não exibirmos. Procuramos por diversas vezes a você e a sua assessoria de imprensa ao longo desses últimos anos. Não há perseguição alguma”, garantiu.

“Só para concluir, você deveria ver essa atitude do programa, em não exibir, como algo positivo em uma atitude respeitosa. É uma tentativa de um início de uma relação respeitosa”, acrescentou ainda o âncora do SBT.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade