Relembre 8 beatas das novelas

Perpétua Joana Fomm) com sua caixa misteriosa em Tieta
Publicidade

Dizem que a fé move montanhas, mas isso só acontece quando a intenção é verdadeira. Em nossas novelas temos diversas personagens que confundiram o temor a Deus com pretexto para julgar o comportamento alheio. Relembre agora 8 das principais beatas das novelas:

Relembre novelas que retrataram o mundo da moda

 

Continua depois da publicidade
Mariana Ximenes e Elizabeth Savalla
Izabel e Imaculada em A Padroeira (Divulgação/ TV Globo)

Imaculada

Em A Padroeira, a beata Imaculada (Elizabeth Savalla) vivia criando castigos para a filha Izabel (Mariana Ximenes) e jogando nela todas as expectativas de um futuro religioso como freira mesmo que a garota não tivesse vocação. Cruel com seus escravos, ela guardava o segredo de ter sido mãe solteira e se finge de viúva para se adequar à sociedade da época.

Laura Cardoso
Dorotéia em Gabriela (Divulgação/ TV Globo)

Dorotéia

Na segunda versão da novela Gabriela, Dorotéia (Laura Cardoso), a mulher do prefeito, era o preconceito em pessoa e dava as caras como exemplo de comportamento a ser seguido. Se julgava a mais correta da cidade quando na verdade escondia seu passado como prostituta.

Eliane Giardini
Eva em Cobras & Lagartos (Divulgação/ TV Globo)

Eva

Em Cobras & Lagartos, Eliane Giardini foi Eva, a mulher que abandonada pelo marido, o ladrão de joias Serafim (Otavio Augusto), criou os filhos para serem religiosos como ela, mas percebia neles o mesmo talento para mentir e enganar, herdado do pai.

Lucinha Lins, Eloísa Mafalda e Ary Fontoura
Mocinha, Dona Pombinha e Seu Flô em Roque Santeiro (Divulgação/ TV Globo)

Dona Pombinha

Dona Pombinha (Eloísa Mafalda) da novela Roque Santeiro era uma beata com ares de líder sindical. Primeira dama de Asa Branca, ela controlava as demais beatas da cidade, e fazia com que elas lutassem contra a construção da boate Sexus. Mãe de Mocinha (Lucinha Lins), era devota ao santo Roque.

Adriana Esteves como Carminha em Avenida Brasil
Adriana Esteves como Carminha em Avenida Brasil (Globo)

Carminha

A vilã de Avenida Brasil de beata não tinha quase nada, só a pose de defensora dos bons costumes e do lar. Ela comandava uma associação católica de mulheres no bairro do Divino e julgava as pessoas a sua volta por seu comportamento.

Julia Lemmertz
Genésia em Porto dos Milagres (Divulgação/ TV Globo)

Genesia

Em Porto dos Milagres, a retraída Genesia (Julia Lemmertz) era completamente devota a Deus, chegando a apontar o dedo para os pecados cometidos pela irmã mais nova. Sem nunca ter se apaixonado, ela se escondia por trás da bíblia inclusive mantendo em segredo sua própria beleza. Genésia se envolveu com o forasteiro Ezequiel (Vladimir Brichta) a quem considerava pervertido após tê-lo visto urinando na rua.

Eva Wilma
Altiva em A Indomada (Divulgação/ TV Globo)

Altiva

Altiva (Eva Wilma) de A Indomada é aquele tipo de vilã que age contra as pessoas tal qual uma agente escolhida por Deus. A megera lutou contra a protagonista e até contra a neta, uma criança que levava seu nome. Ao desafiar Deus, ela foi atingida por um raio.

Joana Fomm
Perpétua em Tieta (Divulgação/ TV Globo)

Perpétua

A pior beata e mais fervorosa de todas as novelas. Em nome de Deus e dos bons costumes que a própria se negava a cumprir, ela infernizava a vida dos moradores de Santana do Agreste, se metendo onde não era chamada com ares de juíza, na novela Tieta.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade