Vitória Strada fala sobre novo romance de Kyra em Salve-se Quem Puder: “Ela admira o Alan”

Publicado há 9 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vivendo uma das protagonistas de Salve-se Quem Puder, Vitória Strada está ganhando bastante destaque como a personagem Kyra. Em sua terceira protagonista, a atriz está bastante animada com os rumos que a trama tem tomado e curiosa com o que ainda vai acontecer.

Em conversa com o Observatório da Televisão, Vitória comentou sobre os momentos marcantes da novela de Daniel Ortiz e sobre o futuro de sua personagem. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como está sendo para você o sucesso da novela?

“Por aqui está tudo a mesma coisa, gravando, morando aqui no projac… Vocês que me contam do mundo lá fora. Está sendo muito boa, a gente acompanha muito aqui dentro pelo ibope ou pelo que sai de notícia. Mas quando me perguntam como que as pessoas me recebem na rua, eu saio pouco na rua, são mais os vizinhos.

Esses dias eu entrei no elevador e aí uma senhora disse: ‘Nossa, engraçado que a gente te vê aqui uma pessoa calma e a Kyra é toda atrapalhada…’. Mas é legal ver as pessoas se identificando e se divertindo.”

E como foi todo esse trabalho das cenas do furacão?

“Para a gente foi uns vinte dias inteiros de gravação embaixo d’água, foi sofrido, foi difícil, mas muito bom ver o resultado. A gente se sentiu em Hollywood, na piscina ali fazendo o furacão, foi bem legal e uma experiência única. O Fred disse que foi a maior produção nesse sentido de efeitos especiais.”

A Kyra chegou na casa do Alan (Thiago Fragoso) e já está tirando ele da tristeza, né? Ela vai conquistar o coração dele?

“O Alan está em um momento da vida que perdeu a mulher, perde a prima dele e tem três crianças que ele ama para cuidar, mas ao mesmo tempo dá um trabalho. Ele tem que trabalhar e cuidar das crianças, além de ser um pouco desajeitado também, então está sendo um processo bem difícil para ele.

Quando a Kyra entra como Cleyde na vida dele, primeiro ela leva alegria por ser atrapalhada, depois por ser a pessoa que consegue entrar naquela família e não se dar por vencida por aquelas crianças. Ela não desiste, as crianças fazem de tudo e ela não fica irritada, é a primeira que consegue ter um jeito com as crianças. Quando ela conquista as crianças, automaticamente conquista eles, mas acho que está muito no início ainda.”

Como você acha que vai ser quando elas retomarem a vida?

“Eu não posso imaginar nada, porque eu não faço a miníma ideia de como vai ser isso. A gente vai recebendo os blocos na medida que vai gravando e estamos nesse processo. Estamos gravando esse encontro com o Alan, entendendo que ela admira o Alan e que está morrendo de saudade do Rafael (Bruno Ferrari), que ela tem um encontro espiritual com ele…

A Luna (Juliana Paiva) está encontrando a mãe, ao mesmo temo tendo um desenrolar nessa história com o Téo (Felipe Simas) e é isso que eu sei por enquanto. Eu também estou na expectativa de saber como vai ser essa descoberta, eu tenho muita curiosidade não só como vão descobrir que elas estão vivas, mas o reencontro com a família. Mas acho que isso tudo vai ser mais para o final.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio