Rosane Gofman será grande parceira de Juliana Paes em A Dona do Pedaço: “Meio que conselheira”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com fortes dramas familiares, A Dona do Pedaço estreia no dia 20 de maio na Globo, substituindo o realismo fantástico de O Sétimo Guardião. Reunindo um elenco de peso, a nova trama de Walcyr Carrasco traz a atriz Rosane Gofman como a governanta Ellen.

A personagem será uma das melhores amigas da protagonista Maria da Paz (Juliana Paes). Batalhadora, a moça verá o seu amor por Amadeu Matheus (Marcos Palmeira) vetado por causa da rivalidade entre suas respectivas famílias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Rosane Gofman comentou sobre a expectativa para a novela entrar no ar e como recebeu o convite para integrar o elenco. A atriz também falou sobre carreira e família. Confira a seguir:

Como chegou a oportunidade para integrar o elenco de A Dona do Pedaço?

Chegou porque o Walcyr me convidou para
fazer, porque o Walcyr é tudo de bom. Eu adoro o Walcyr
”.

A Ellen será uma grande parceira de Maria da Paz, né?

Ela é a orelha da Maria da Paz, meio que
conselheira. Eu estou muito feliz, o personagem é muito bom. A gente ainda não
começou a gravar porque o cenário da casa dela ainda não começou. Semana que
vem a gente começa e vamos fundo
”.

A filha da governanta Ellen viverá um embate com Maria da Paz. A sua personagem vai perceber esse climão?

Sabe, percebe, diz. Mas ela não ouve, ela
tem um olhar mais carinhoso com a filha porque demora a acreditar. Tem não que
é cega, né? Então é meio isso (riso)
”.

Como é trabalhar em uma novela onde as mulheres estarão na linha de frente?

Eu acho que é um grande barato porque, na
verdade, é a minha vida também. Nós mulheres temos que batalhar muito para as
coisas caminharem. Os filhos são meio que com a gente mesmo. Hoje muda um
pouco, mas é meio assim
”.

O que o público pode esperar de A Dona do Pedaço?

Muito sucesso, muito sucesso. Vai dar muito
pé, muita polêmica. Vai ser muito bom
”.

Carreira e
família

Você finalizou a novela Orgulho e Paixão e agora está se preparando para estrear em A Dona do Pedaço. Você se sente privilegiada por conseguir viver da arte no Brasil?

Graças a Deus, eu sou muito privilegiada
mesmo. Mas é porque eu tenho muito amor pela minha arte. Os meus amores são: os
meus filhos, os meus netos e minha arte. E eu sempre precisei da minha arte
para fazer com que os meus amores pudessem viver uma vida digna. Então a
entrega sempre foi total para as duas coisas
”.

Os seus filhos também trabalham envolvidos com a arte, né?

Eu tenho três filhos maravilhosos: tem o
Yuri, que é ator; tem o Cauê, que é ator também, mas é quem coordena e toma
conta da nossa escola de teatro; e tem o Daniel que trabalha com a Anitta,
cantora, faz produção também
”.

As mulheres são muito julgadas quando deixam os filhos pequenos em casa para trabalhar. Você sentiu essa pressão e/ou culpa quando precisava se ausentar do lar para atuar?

Muito, até hoje. Muito culpada. Mas eles precisavam disso para que pudessem ter as coisas, viver o que tinham que viver, para ter dignidade”.

A atriz Rosane Gofman com seus filhos (Foto: Vera Donato)

Seus filhos te acompanharam nos bastidores das produções? Ficavam na coxia do teatro?

Sempre. Eu fazia um infantil quando estava
grávida do Yuri, foi onde eu conheci o Cazuza, o cantor. Que foi quem me
colocou dentro da TV Globo para fazer a primeira novela. O Yuri estava na minha
barriga, eu vomitava muito, saia de cena. Depois, o Cauê também mamou na coxia.
Eles foram muito participantes na minha vida
”.

Como foi educar três filhos em uma sociedade que é tão machista?

Eu pego muito no pé. Não gosto que falem alto com as mulheres deles, não gosto que maltrate. Se falar um pouco mais alto, eu digo: ‘por que está falando alto assim?’. Eu sempre pego pesado. Acho que a gente tem que falar claro mesmo. Mas eu acho que eles são bem bacanas com as esposas deles. Eles casaram com pessoas muito parcerias, graças a Deus. São muito amigas deles, muito cúmplices, são mães maravilhosas. Eu sou uma pessoa muito feliz se tratando da minha família”.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais