Rayanne Morais, de Belaventura, fala sobre sua primeira protagonista: “Um privilégio”

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rayanne Morais, ficou nacionalmente conhecida ao integrar o reality show A Fazenda, da RecordTV após ter feito pequenas participações em novelas da Rede Globo. A atriz agora vive Pietra, a protagonista da novela Belaventura, que estreou nesta terça-feira (25). Em bate-papo, ela relevou como se preparou para viver a personagem:

Leia também: Belaventura traz o bom e velho folhetim numa nova embalagem

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando começaram as gravações da novela?

A gente começou em dezembro. Foi praticamente um presente de natal (risos). Atualmente dedico 24 horas do meu tempo à Pietra. Não existe mais Rayanne (risos).

O universo medieval te atrai?

Muito. Sempre gostei das histórias como Joana d’Arc e Rei Arthur. Para mim é um privilegio viver um pouco disso. A nossa profissão nos dá esse gostinho de viver épocas diferentes.

Qual a maior dificuldade de fazer uma novela de época?

Dificuldade a gente sempre vai ter em todos os trabalhos, mas não podemos pensar nas dificuldades, temos que nos doar para aquele trabalho de corpo, alma e coração.

Você tem algum trabalho especial que precisou ser desenvolvido em relação à prosódia e outras características da época?

Como é uma trama medieval me calcei de alguns cuidados, buscando curiosidades, estudando sobre a época medieval, e fazendo um trabalho corporal. Aos poucos tudo isso vai ficando orgânico. Eu como atriz, sempre priorizo trabalhar tudo antes, para chegar naquele momento da cena e viver aquilo com muita fé.

O que a Pietra acrescentou na sua personalidade?

Eu falo sempre que a Pietra me deixou mais elétrica. No início muitas coisas acontecem, ela está sempre em fuga, e estou pulsando de forma diferenciada por isso.

O que você e a personagem têm em comum?

Temos em comum o senso de justiça e a força, porque ela é muito guerreira, muito forte, e todas as dificuldade só a fortaleceram.

Você sonhava em ser uma princesa quando criança?

Gente, às vezes me pego numa situação em que digo: “Caramba, já sonhei com isso quando eu era criança”. Na primeira vez que entrei no meu set de gravação, tive um flashback da infância ao ver o castelo, e doei todo o amor e fantasias de princesa à personagem.

Você assistiu a alguma série ou filme neste estilo para compor a personagem?

Eu assisti às séries Reign e Game of Thrones que já acompanho. Li alguns livros e fiz trabalhos corporais, fono para a pronúncia. Eu cheguei a ver alguns personagens mas não me inspirei em nenhum, pois quis fazer uma coisa nova. Como eu via todas as histórias de fantasia quando criança, eu resgatei isso.

Toda mocinha corre o risco de cair na chatice. O que você tem feito para não deixar isso acontecer?

Eu acho que quando um trabalho está regido com tanto amor e dedicação, com a equipe que temos, e energia de todo o elenco, não tem como cair na chatice, porque estamos emanando muita luz. Acho que o público vai se surpreender.

O que é mais difícil, interpretar a Pietra ou estar em A Fazenda?

A Pietra é criação, em A Fazenda, eu Rayanne, era uma circunstância. Não existe uma dificuldade, existe um aprendizado que tiramos disso.

Você acha que participar de A Fazenda foi algo negativo para você?

Não. Pelo contrário. A Fazenda foi super positivo porque puderam me conhecer. Eu vim do teatro, e as coisas foram acontecendo, mesmo antes do reality, eu já estava fazendo testes aqui na casa, para a novela A Terra Prometida, que foi adiada devido à segunda temporada de Os Dez Mandamentos. Depois, a casa me fez esse convite. Eu sempre aproveito as oportunidades. Nunca digo “não” para nada.

*Entrevista realizada pela jornalista Nucia Ferreira.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio