Protagonista de Belaventura, Bernardo Velasco diz se identificar com seu personagem: “Também acredito no amor”

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite desta terça-feira (25), estreou Belaventura, a nova novela da RecordTV, um drama épico no melhor estilo medieval. Protagonista da trama, Bernardo Velasco interpreta Enrico, um príncipe que se apaixona por uma plebeia sem revelar sua verdadeira identidade. Confira o bate papo com o ator:

Leia também: Elvira volta da “morte” ainda melhor em Novo Mundo

Como está sendo encarar o papel de protagonista de Belaventura?


No início deu medo de contar uma grande parte da história, pelo volume de cenas e de texto. Bateu aquele medo “Será que vou dar conta?”, mas depois fomos conhecendo mais o processo e a história junto com a direção, e fomos acertando algumas coisas. Estou confiante que a galera vai curtir e fiquei muito feliz por ter sido escolhido. Já venho fazendo novelas na Record desde 2013. Estou na minha quinta novela, e fiquei feliz deles me olharem com carinho e perceberem que tive um crescimento conforme os personagens iam chegando. O principal fator quando eles me chamaram foi esse. Me ligaram e disseram “Cara, estamos vendo seu trabalho, que tem evoluído, acreditamos que você tem muito a crescer ainda, e estamos apostando em você”. Fiquei meio tonto na hora, e falei “vamos lá”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você passou por testes?

Muitos. Ainda quando eu gravava A Terra Prometida, fiz o primeiro teste, depois me chamaram para um novo teste, depois de alguns dias fui saber que eu havia sido escolhido.

Seu personagem vai viver um romance de conto de fadas com a personagem da Rayanne, certo? É algo do tipo Cinderela?

É uma coisa príncipe e plebeia, mas depois tanta coisa acontece que a gente vai ver que não é bem isso. Tem a dificuldade de aceitação da família deles também. A mãe dela sempre falou para ela não confiar nas pessoas da corte, e o Enrico omite dela que ele é um príncipe, e ela percebe que ele é um cara super humilde que não tem nada a ver com as pessoas da corte e se entrega para ele. E ele já apaixonado por ela desde o primeiro encontro, porque parece que ele a conhece de algum lugar. Acredito muito nesse lance de energia então, quando bate o olhar ele pensa “Tem alguma coisa ali”. E a relação vai ganhando força.

É ele quem luta por ela?

Os dois lutam um pelo outro, mas ele como homem acaba tomando frente. Ela faz algumas burradas por não acreditar que ele iria cuidar dela, e acaba fazendo coisas que ele havia pedido para ela não fazer. E quando ela some da vida dele, ele vai atrás dela.

Você se identifica com o personagem?

Me identifico. Me acho um pouco herói nas relações, não amorosas, mas na vida. Já fui orgulhoso mas hoje não sou mais tanto, peço desculpas, e se eu acreditar naquilo eu vou atrás da pessoa e tento ficar bem. Ele acredita que o amor vence tudo e todos, e eu também acredito. Onde existe amor, as coisas têm totais condições de darem certo.

*Entrevista realizada pela jornalista Nucia Ferreira.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio