Par romântico de Ingrid Guimarães em Bom Sucesso, Rafael Infante confessa: “Nunca tinha visto ela ao vivo”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O vaidoso galã de novela Pablo Sanches será interpretado por Rafael Infante em Bom Sucesso, nova produção das sete da Globo. Com um quê de comicidade, ele integra o elenco de Precipício do Amor, novela dentro da novela, junto com a aclamada Silvana Nolasco (Ingrid Guimarães).

Lidando com a fama e os suspiros
das fãs enlouquecidas, Pablo não revela sua verdadeira orientação sexual a
quase ninguém. Para se sentir mais seguro e ganhar destaque na mídia, protagoniza
um namoro fake com a colega. Em entrevista ao Observatório da Televisão,
Rafael Infante confessou que ainda não sabe muitos detalhes sobre o seu
personagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estreante na teledramaturgia, o artista,
que tem um extenso currículo no cinema, teatro e internet, também comenta como
está sendo viver esse novo desafio de sua carreira. Ao longo do bate-papo, o ator ainda
fala sobre a parceria com Ingrid e muito mais. Confira a seguir:

A novela

Fala um pouco sobre o Pablo Sanches.

Ele é um galã de novela que não fala muito sobre a sexualidade dele. Em um determinado momento, tem uma pessoa que começa a revelar coisas e ele fica um pouco chateado. Só isso que eu posso contar, é mais ou menos o que eu sei também (risos).

Essa incerteza sobre a
trajetória do personagem é característica da novela. Você vai fazendo as descobertas
junto com o público, né?

Exatamente. Por mais que você
filme, por exemplo, no cinema de uma forma não linear, você sabe tudo o que vai
acontecer. Aqui não! Então eu estou achando interessantíssimo e confesso que
fiquei um pouco ansioso
.”

Ele terá um romance falso com a Silvana Nolasco.  Eles já iniciam a trama juntos?

Eles meio que organizam (o
namoro) durante a novela. No início da novela, o meu personagem nem vem muito,
ele vai entrando (no decorrer).

Como surgiu o convite para
participar da novela?

Surgiu da produção da novela
e eu fiquei muito feliz, ainda mais quando falaram que eu ia fazer par com a Ingrid
Guimarães nesse elenco maravilhoso
. Com Antonio Fagundes na novela, eu já
fiquei… caraca
!”

Rafael Infante e o elenco de Bom Sucesso (Foto: Artur Meninea/Gshow)

O personagem tem uma dose de
humor na personalidade, né? A comédia é um seguimento que você é familiarizado.

Sim, sim! Nesse primeiro
momento não é um humor óbvio, mas ele é cômico sem dúvidas
.”

O que mais te chamou atenção
no personagem?

Queria fazer novela há muito tempo, essa é a minha primeira e achei muito legal. Fazer um par com a Ingrid Guimarães ou com outros grandes atores que vão ter aí, já me chama muito atenção.”

Parceria com Ingrid Guimarães

Você já tinha trabalhado com a Ingrid Guimarães?

Não! Nunca nem tinha visto
ela ao vivo, todos os trabalhos dela sim (risos). Mas sabe aquela pessoa que
parece que você conhece há muito tempo? Então! Temos muitos amigos em comum
também.

Silvana Nolasco (Ingrid Guimarães) em Bom Sucesso (Divulgação/ TV Globo)

Um novo passo na carreira

Bom Sucesso é a primeira
novela de sua carreira. Como está sendo essa experiência?

Muito legal! É diferente. O ambiente da novela é muito específico, a quantidade de gente trabalhando é maior, um monte de autor, ator. Apesar de eu ter feito vários filmes, cinema e produções, achei que a novela é muito forte. A velocidade também é muito especial. Eu achei engraçado porque no primeiro dia, todo mundo se conhecendo, elenco, direção, várias pessoas me fizeram essa mesma pergunta: ‘é a sua primeira novela?’. Acho que eu tenho cara de quem faz novela há muito tempo. Ao longo da minha trajetória, algumas novelas pintaram, mas nunca dava por causa do horário, às vezes o convite vem e depois sai. Essa casou bonitinho, deu tudo certo.

É um desafio para você esse
projeto?

Sem dúvidas! É um total
desafio, estou aprendendo muito. Parece que eu estou começando tudo de novo, de
verdade, a primeira vez que estou indo fazer uma parada
. Tem um público especifico
também. A novela das sete pega uma gama legal de idade
.”

Você fica inseguro em algum
momento nas gravações?

O tempo todo. A direção, os próprios autores e o texto, vão dando (uma direção). Acho que por ser a primeira vez, estou lidando com a insegurança sim, o que é também um tesão, uma delícia.”

Rafael Infante na série Cine Holliúdy

Público e internet

Você está preparado para se apresentar para um novo público?

É um produto muito popular,
que eu já tive uma certa dimensão. Eu estou preparado, é sempre um desafio. Não
fico pensando muito nisso, eu foco mais no trabalho que estou fazendo e se der
certo ‘tamo junto’
.”

Você costuma acompanhar a
repercussão de um personagem, de um trabalho na internet?

Não sou muito pirado nisso. Claro que gostamos de saber se está tendo um resultado legal, mas não fico pirando. Coisas que me marcam, eu olho com certeza.”

Administrando o tempo

A rotina de gravação de uma
novela é bem intensa. Você está conseguindo administrar o tempo, fazer outras atividades?

É bem difícil, mas está dando. Quando tem um dia de folga, me meto no meio mato, fico com a família, com a minha filha. Se fico muito tempo sem gravar, fico ansioso querendo gravar. É muito forte!”

A sua filha Lara tem 03 anos
de idade, mas ela já tem noção de que o pai é ator?

Ela sabe porque nas ruas as pessoas pedem para tirar foto, aí ela começou a perguntar e fomos explicando. Ela adora uns canais no YouTube, então meio que explicamos que eu tenho um canal. Ela falou: ‘eu tenho também’ (risos). Vamos ver peça, por exemplo, e ela tira foto com os atores depois. Ela chega em casa, faz a pecinha dela e temos que tirar foto com ela depois. Ela meio que entendeu que existe essa profissão.”

Você percebe que ela leva
jeito para esse universo da atuação?

Total jeitinho. Eu não gosto (de incentivar), ela só tem 03 anos, mas ela tem um jeitinho para comunicação sem dúvidas.”

Rafael Infante, a filha Lara e a esposa Tatiana (Foto: Reprodução)

Lidando com a morte

A novela fala sobre morte e a
importância de aproveitar a vida. Como você lida com essa temática?

Eu acho que tem fases. Eu
busco a minha espiritualidade, não preso a nenhuma coisa fixa, mas eu gosto de buscar.
Não acho que é só aqui que vivemos. Mas eu acho que não é fácil o ser humano lidar
com isso (a morte). Tem horas que é mais fácil, tem horas que é menos. O riso,
na minha opinião, é uma das formas de lidar com isso. Rir da gente mesmo, não
levar tudo tão a sério. Para mim, uma forma espiritual de encarar a vida é o
riso
.”

Ao saber que tem apenas seis
meses de vida, a protagonista Paloma (Grazi Massafera) dá uma surtada, vão “chutando
o pau da barraca”. O que você faria nessa situação?

Eu acho que faria algo disso também (risos). Saía viajando pelo mundo interior, falando tudo.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio