Paolla Oliveira fala sobre personagem interativo em A Dona do Pedaço: “O Walcyr com certeza vai ter ideias mirabolantes”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De volta às novelas, Paolla Oliveira mudou o visual para estar em A Dona do Pedaço, próxima novela das 21h da TV Globo, que tem Walcyr Carrasco como autor. Na trama ela será Virginia, uma digital influencer que passará por muita coisa até chegar onde quer.

Em
entrevista ao Observatório da Televisão, Paolla Oliveira falou
sobre sua personagem, contou detalhes sobre a trama e ainda revelou
detalhes de seu núcleo. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos conte sobre a Vivi?

“A novela começa com um jeito familiar, é uma história de amor e aí vem para a época atual. Tem essa loucura da modernidade e dessas digitais influencers. Mas eu vou estar com a Monica Iozzi e a Agatha Moreira nesse núcleo. Porém, o mais legal é que é moderno, o Walcyr com certeza vai ter ideias mirabolantes para falar sobre isso.

A Vivi provavelmente vai ter um Instagram de verdade, acho que é a possibilidade mais real de ter um personagem interativo, que lida com a internet e ao mesmo tempo com a televisão. Ela tem um bom caráter, é divertida e eu acho que peguei das digitais influencers que eu vi por ai, que tem autenticidade, personalidade e dei uma misturada. Vamos ver o que vai sair.”

Mudança de visual

Você mudou o visual, está com o cabelo escuro. Você está curtindo?

“Foi para a novela, estou curtindo e toda vez que vou começar um personagem qualquer mudança que venha através dele é sempre boa. A gente incorpora as mudanças na vida, mas eu acho que essas mudancinhas vão criando um quebra cabeça para criar nesse caso a Vivi Guedes.”

Você já gravou?

“Gravei a minha primeira cena. O que eu posso dizer é que a minha primeira cena foi no programa da Fátima Bernardes. Vivi Guedes foi convidada para estar lá do lado de Camila Coutinho e Dudu Bertholini, que são ícones que falam sobre moda. Tem muito disso também, Vivi é muito fashionista. Ela é super ligada a moda, dita todas as tendências. Então nada melhor do que estar com a digital influencer que criou tudo isso, faz isso com muita inteligência, que é a Camila e com o Dudu Bertholini que é um ícone de moda e autenticidade. Eu fiquei muito feliz de estar do lado deles na minha primeira cena.”

Preparação

Como foi a preparação?

“Foi mudando o cabelo e mais do que tudo, estando mais conectada. Eu sou uma pessoa conectada, eu gosto. Mas acho que cada um encontra sua vertente dentro desse mundo. Então eu fui procurar o que não era Paolla, mas que era esse universo enorme que tem. A princípio, no meio do Caminho fui cruzando com Carlinhos Maia, com Camila Coutinho. Até a Preta Gil que também é uma influenciadora, todo mundo que passa por mim me ajuda um pouco.”

Você acaba sendo uma influencer nas suas redes. Mas você também se sente uma influencer ou só uma artista?

“É muito difícil a gente estar totalmente desligado do que é o artista, com todas essas redes. A gente é um pouco misturado, mas eu fico feliz de poder na arte, a oportunidade que eu tiver de ser, ser. Seja uma assassina, uma maluca, uma pessoa com caráter duvidoso e na minha vida saber exatamente o caminho que eu quero seguir.

Eu uso as minhas redes para apoiar mais e reafirmar quem eu sou, as coisas que eu gosto de compartilhar. Eu descobri um lugar na minha rede que não me agride, não me ofende, não me expõe e ao mesmo tempo me deixa feliz de compartilhar com os meus seguidores.”

A Dona do Pedaço

Você se sente a dona do pedaço por ser uma mulher forte, empoderada e exemplo para muitas mulheres?

“Vamos vivendo e às vezes esquecemos de olhar para trás. Ver a batalha, as coisas que conquistamos. Normalmente eu vejo esse exercício de olhar para trás e ver as coisas que batalhei. Vejo minhas inspirações, minha mãe, familiares, minha empresária, gente próxima a mim e que são batalhadoras. Eu me considero uma pessoa que conquistei o meu pedaço, do meu pedaço eu sou dona. E eu acho difícil não tem homens e mulheres que sejam assim, cada um tem suas histórias, no seu trajeto.”

Essa trama é de grandes mulheres e você acaba fazendo projetos com grandes mulheres. Como está sendo ser dirigida pela Amora Mautner?

“Eu já estive com a Amora em outros projetos, em Cama de Gato, que tive a minha primeira vilã. Eu devo muito a ela e ao Ricardo. A Amora é uma pessoa muito inteligente, você pode estar fazendo o personagem que for, você olha para ela e se inspira. Também estiver com ela em Assédio, com todo o bom gosto que ela teve para falar de um assunto tão pesado, tão polêmico. Eu acho que a Amora descreve a potência feminina no seu melhor lugar.”

Dramas

A sua personagem viveu um drama na infância, perdeu os pais e tem a separação da irmã. Ela tem isso como uma angustia?

“É uma pergunta difícil de responder, porque quando a gente cria um personagem, inevitavelmente você pensa onde ele foi e o que passou. Essas memórias foram todas trabalhadas, mas nesse momento vocês vão conhecer uma Vivi numa energia muito elevada, muito segura, muito dona de si. Mas é muito interessante porque nesse primeiro momento, a energia dela está toda voltada para ela mesmo. Ela é um pouco egocentrada, um pouco focada nela, nesse mundo virtual e nas coisas para ela. Acredito que esse movimento de entrar a irmã vai se estender.”

Você acredita que passar Assédio agora na TV é o momento certo?

“Falar de assédio não deveria nem existir um momento, mas eu acho que é uma série muito bem feita, de bom gosto. Fala de um tema muito pesado, potente e sim, precisa ser debatido. Que venha aí, que as pessoas assistam.”

Carnaval 2020

Você falou recentemente que tinha aceitado um convite para ser rainha de bateria, vai ser mesmo?

“A mulherada dessa novela gosta de samba, a Ju está pegada num lugar e vamos lá para fazer bonito. Eu respondo essa pergunta das pessoas perguntando com que vou sair há uns sete anos, mas porque é uma lembrança muito forte. Mas eu fiquei feliz, adoro o carnaval, adoro a Grande Rio e vai ser um momento para me divertir, já vou estar de férias.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio