No ar em Malhação, Alice Milagres fala da relação com sua mãe, a atriz Gorete Milagres: “Entendi muito dos altos e baixos da profissão”

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A interprete de Maria Alice de Malhação – Vidas Brasileiras, Alice Milagres, tem vivido um grande momento. Sua personagem tem crescido na trama com o segredo de um suposto abuso. Em conversa com a reportagem do Observatório da televisão, Alice falou das semelhanças com a personagem, dos rumos da personagem e sobre as expectativas de sua mãe, a atriz Gorete Milagres com o seu trabalho. Confira:

Veja também: Juntos na bancada do Rede TV! News, Luciana Camargo e Rodrigo Cabral ganham destaque na emissora e na internet

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Maria Alice e Alex estão em uma nova fase na trama. Conta um pouco pra gente sobre este momento.

Eles voltaram agora após um desentendimento. Ainda existe a questão do toque, que permanece no relacionamento do dois. Eles ainda não conseguiram ter uma primeira vez, ela fica apreensiva, meio travada. Mas, mesmo assim o Alex é um menino de ouro, ele é a coisa mais fofa do mundo e está lá junto com ela para superar essa fase e entender cada vez mais o que aconteceu com a Maria Alice.

Percebe-se que existe um amor verdadeiro entre eles, né?

Existe. Ele tinha uma relação com a Pérola, que era algo muito carnal. Com a Maria Alice é algo mais intenso, eles são muito amigos, eles são muito parceiros, é um outro tipo de relação.

Alice Milagres adianta os rumos de sua personagem em Vidas Brasileiras

Seus fãs cobram um relacionamento mais quente?

Não. As pessoas ficam muito curiosas em saber o que aconteceu com a Maria Alice, que motiva ela ser assim. Mas, agora que a Pérola tem o Márcio as coisas ficaram mais tranquilas para a Maria Alice e para os fãs do casal.

O que aconteceu com a Maria Alice?

Eu fiquei sabendo há pouco o que aconteceu com ela. Quando a gente começou a preparação era uma coisa e depois mudou. O que eu posso dizer por enquanto é que uma morte vai levar a Maria Alice ao passado e veremos o que vai  acontecer.

Maria Alice ( Alice Milagres ) em Malhação: Vidas Brasileiras (Divulgação/ TV Globo)

O que você imagina que seja?

Com toda a certeza ela sofreu um abuso. Existem vários abusos de diferentes formas. Ela tem um trauma. Várias meninas apostam num abuso, mas, qual o tipo de abuso, não sabemos.

Qual as semelhanças você tem com a personagem?

Eu me identifico muito com essa força da maria Alice, ela é uma menina muito forte, independente, e eu me identifico com essa independência dela.

A atriz relata sobre feedback do público

Você tem algum feedback nas rede sociais de pessoas que relatam essas semelhanças com você ou com a personagem?

Sim. Várias meninas. Eu recebo muito feedback de meninas que se acham parecidas comigo por causa do cabelo. Fico super feliz, mas tem muitas meninas que contam histórias terríveis, que se identificam com a Maria Alice por serem travadas e não conseguirem se abrir em relacionamentos.

Você e a Guta Stresser tem uma ótima química no ar. Como é a relação de vocês nos bastidores?

Eu e a Guta nos tornamos grandes amigas. Estamos super juntas nessa. Eu chamo ela de mãezinha dentro e fora do set. A Guta traz muita essência da Maria Alice, dessa pessoa simples e batalhadora que dá a volta por cima. A Rosália representa muito as mulheres do brasil e ela está fazendo esse trabalho muito bem. Minha troca com ela é muito sincera. Ela me mostrou uma foto dela na infância outro e dia e vi que temos traços bem parecidos.

Como tem sido vivenciar isso tudo hoje?

É muito trabalho. Às vezes as pessoas não tem noção disso. É uma profissão muito glamourizada. Estamos aqui das nove às nove todos os dias. Temos folgas às vezes. Mas, é muito trabalho se doar para uma personagem. Não tem como definir mais que isso, não é tranquilo, trabalhamos bastante e eu estou amando. É muito legal. Você vê que todo o esforço é válido.

Sobre o processo de construção de Maria Alice ela diz: “Conversei com muitas meninas que passaram por problemas como os da personagem”

Alice Milagres (Divulgação/ TV Globo)

Como você se preparou tecnicamente  psicologicamente para esse desafio?

Trabalhei muito o toque em relação à outros personagens. Como ela relacionava o cara que ela gostava com a melhor amiga. A gente conseguiu traçar essas nuances com essas temperaturas. Como eu não sabia muito bem o que iria rolar na história, eu acho que fui me soltando mais e deixando ela mais normal, deixando ela bem mais menina do interior. Quando eu soube que a historia iria mudar, eu fui para um outro caminho. Agora que eu sei a historia se fechou um quebra-cabeça, conversei com muitas meninas que sofreram abuso e me relataram algumas coisas. É uma dor interna que você fica travada e carrega aquilo. A gente vai entendendo um pouco desses sentimentos através dos relatos.

Você tinha consciência de que tanta gente já foi abusada?

Eu tive essa noção quando eu entrei em contato com o feminismo. Faz um tempo que o feminismo se tornou um assunto em voga. Acho muito importante  para dar voz à essas pessoas, muitas meninas sofrem abuso e não tem ideia ou se sentem reprimidas. Então acho que eu tive uma noção que infelizmente é uma realidade. É um papel importante para ajudar a identificarem um abuso e saber o que é  o abuso, que não é só chegar às vias de fato. A forma psicológica é tão preocupante quando a física.

Alice Milagres é filha de Gorete Milagres, atriz reconhecida nacionalmente por dar vida à icônica personagem Filó

Sua mãe está curtindo o seu desempenho?

 Ela está muito feliz, ela é muito fã de Malhação. Às vezes ela sabe até mais que eu. Está super curtindo, orgulhosa e ansiosa com a história da Maria Alice.

Como você está vivendo no Rio de Janeiro?

São quatro anos que eu estou sozinha no Rio. Não tenho muita rotina.  Acabei acostumando e o Projac virou a minha casa.

Por sua mãe ser desse meio, você já chega preparada e com pé no chão?

Eu tive um outro entendimento dessa profissão através da minha mãe. Eu acabei vivendo muito na pratica come ela. São altos e baixos como qualquer outro trabalho. É um mercado instável e eu acabei entendendo muito dessa profissão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais