Narjara Turetta comenta seu retorno às novelas: “Nunca desisti por mais difícil que fosse a jornada”

Publicado há 3 anos
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem vê Narjara Turetta no vídeo, percebe em seu olhar que ela está em seu melhor momento profissional. E, não é por menos, interpretando Zildete, em O Outro Lado do Paraíso, a atriz vem recebendo elogios da crítica especializada e do público em relação ao seu desempenho na trama de Walcyr Carrasco. Em uma entrevista reveladora, a atriz falou de sua trajetória profissional, e de um grande arrependimento, de nunca ter tido um agente para gerenciar a sua carreira. “Me arrependo de nunca ter tido um agente para cuidar da minha carreira”, desabafou a estrela. A seguir, confira o papo:

Leia também: No comando do Power Couple, Gugu terá a chance de se reinventar na TV

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como está sendo interpretar a Zildete?

“Uma experiência única, pois nuca havia feito um ex-prostituta, ou mesmo uma mulher mais ousada, mais despudorada, menos preocupada com seu corpo! Estou adorando.”

Quem é essa mulher?

“Uma mulher do povo, que mora em Pedra Santa (cidade fictícia de Tocantins), que foi prostituta no passado e por algum motivo acabou indo para o Tocantins e provavelmente chegou a trabalhar no bordel, mas com o passar dos anos e da idade, virou a cozinheira do lugar e uma espécie de mãe postiça das meninas que lá estão ganhando a vida. É isso.”

E a repercussão nas ruas?

“Nossa, incrível! Muitos dos fãs que já torciam por mim, agora vibram por eu estar numa novela tão boa como essa e ainda por cima no horário nobre.”

Você faz parte da história da nossa dramaturgia. Como é voltar aos holofotes em uma trama das 9, e reencontrar amigos do passado?

“É maravilhoso, porque o carinho com o qual fui recebida pelos camareiros, figurinistas, iluminadores, câmeras, maquiadores e muitos deles, eu nem conhecia, não tem preço. Os colegas foram os mais calorosos possíveis. Sem palavras.”

Qual o balanço que você faz de sua jornada até aqui?

“Acho que vencedora define bem minha trajetória, embora não tenha acabado, continua! Mas eu persisti e nunca desisti por mais difícil que fosse a jornada e contei com amigos verdadeiros ao longo dela.”

Se arrepende de algo?

“Sim! De nunca ter tido um agente para cuidar da minha carreira.”

Você está com 51 anos, e, linda como nunca. Bateu algum tipo de crise em relação a idade da loba?

“Obrigada pelo linda, porque me sinto assim! Especialmente quando decidi emagrecer 15 quilos. A idade da loba bateu sim, de forma positiva, estou me sentindo plena, mais mulher, mais sensual, menos travada e com o coração batendo muito forte por um homem bem especial.”

Você emagreceu 13 quilos para compor a personagem. Como foi esse processo?

“Já foram 15. Eu achei que devia emagrecer para a minha própria autoestima. Estava acima do meu peso e isso não era benéfico pra minha saúde! Tive muito ajuda da  ortomolecular Dra. Janaína Barbosa, e agora de uma esteticista maravilhosa chamada Val Menezes, que está cuidando da minha pele.”

Você ficou um tempo longe da TV. As pessoas cobravam a sua volta?

“Demais! Eu era sempre reconhecida por Narjara Turetta, nas ruas, nos ônibus, nos estabelecimentos e isso me dava um prazer enorme! Gosto dos meus fãs, gostoso saber que você é querida, mesmo não estando não ar! Sinal de que tudo que eu fiz na TV marcou as pessoas de alguma forma e que nem meu nome difícil, elas esqueceram! Muitas meninas foram batizadas com o meu nome e hoje são mulheres maravilhosas.”

Longe da telinha, você realmente se virava nos trinta, né? Você estava dublando bastante coisa, né? Como foi isso?

“Continuo dublando e amo essa arte! Agradeço muito aos diretores de dublagens, como Romeu D,Angelo, Isis, Koshdowski, Marcia Moreli, Isabela Quadros, Andrea Muruci, Sheila Dorfman entre outros, que me deram essa oportunidade e acreditaram no meu potencial! Dublo desde 2006.”

Você nunca teve vergonha de nada, né? (Vendeu côco, falou de suas dificuldades). Por isso é tão respeitada pelo público, né?

“Não tenho vergonha! Sou autêntica, não consigo ser fake ou fingir o que não sou! Vendi água de coco por 10 anos, dublo, trabalhei nas olimpíadas como monitora de informações turísticas. E não me arrependo! Aprendi muito!”

Como está sendo contracenar com Glória Pires, uma grande amiga sua da vida?

“Maravilhoso! A gente se conhece faz tempo. São 37 anos de amizade, independente da TV, convivi muito com os pais dela, a família, ela cuida de mim como se eu fosse a irmã mais nova. Eu tenho a sorte grande em ter um ser humano como ela ao meu lado sempre! E Escuto muito os conselhos dela para mim. Tudo o que ela me fala tem valor.”

Você é uma mulher alto astral. O que tira você do sério?

“Ignorância, falta de educação e respeito. Isso me tira um pouco da paciência. No mais, levo na flauta! Na realidade, levo tudo na brincadeira, senão, a gente fica chata demais e isso eu não quero pra minha vida.”

O que podemos esperar em relação a personagem nos próximos capítulos, pois  estamos perto das viradas do capítulo 100?

“Isso só o Walcyr sabe. Mas, eu estou contente demais em estar em mais uma novela dele, porque acho que ele escreve muito bem. Então, o que vier, estarei preparada para  encarar e muito feliz. Fazer o que se gosta não tem preço.”

Deixe um recado para os nossos leitores…

“Nunca desista! E nunca deixe ninguém dizer que seus sonhos não poderão ser realizados, porque se você quiser, pedir ajuda a Deus, ele ouvirá os desejos de seu coração e lhe dará aquilo que você pediu! Eu sou prova disso. Você também pode ser! Acredite sempre.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio