Mariana Armellini fala sobre futuro de sua personagem em Malhação: “Espero que eles fiquem juntos”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atualmente no ar como a professora de matemática Brigitte em Malhação – Vidas Brasileiras, a atriz Mariana Armellini tem cativado os telespectadores com o seu jeito engraçado de ser, além da relação da sua personagem com Getúlio, personagem do ator Arlindo Lopes. Em entrevista ao Observatório da Televisão, Mariana contou planos para seu futuro na TV e novidades sobre sua personagem na trama.

Leia também: Bukassa Kabengele fala sobre representatividade na TV e sucesso como Marcelo em Malhação: “Está sendo ótimo pelo desafio da proposta”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como está sendo para você agora que sua personagem se juntou com o Getúlio? Ele está mudando? 

Eu acredito que sim, porque ele era quase um vilão. Mas acho que teve todo um processo com a irmã, com o sobrinho e aí ele conheceu a Brigitte. Mas ninguém muda ninguém, a pessoa tem que querer mudar. A Brigitte é muito paciente, foi paciente como professora e agora como namorada está sendo também. Ela é muito amorosa também e para mim é incrível porque eu amo o Arlindo, a gente tem muita química e uma sintonia. Ele é um ator incrível. 

Você viu se o casal foi bem aceito nas ruas e na internet? 

Eu vou te confessar que eu não sou muito de procurar o que as pessoas falam, porque tem muita coisa que vai ser ruim, e eu não posso fazer nada com aquilo. Mas quando chegam pessoalmente, falam muito bem e as pessoas gostam. Teve uma senhora que chegou em mim e falou que eu estava pegando bem, eu falei que era isso mesmo, a gente se pega mesmo, mentira (risos). Mas na internet quando eu posto umas fotos, as pessoas elogiam. Porém dos haters eu fujo.

Bastidores

A gente percebe que você tem uma convivência bacana com seus colegas, não é? 

Tenho, primeiro porque eu gosto muito do que eu faço, independentemente de onde eu esteja. Eu tenho muito prazer e eu ralei muito como todo mundo para viver do que eu vivo, então eu tenho muita gratidão. Eu acho chato você ser uma colega ruim, porque isso não é bom para ninguém. Eu acredito muito na convivência e na coxia. Eu não funciono como esses preparadores de elenco que colocam terror, eu funciono no amor e na armônia. Tem gente que funciona na pressão e eu não sou assim, eu gosto de tratar as pessoas como eu gosto de ser tratada. Às vezes tem um mal humor, tem um dia ou outro que não está bem, mas aí no coletivo a gente vai se entendendo. 

Você fez um comentário e realmente parece que os diretores hoje são bem melhores do que antes, certo? 

Eu vou te falar porque eu só trabalhei com o Jorge Fernando e nós somos apaixonados um pelo outro. Eu peguei essa equipe que é a Natália, a Giovana e outros. Eu só peguei direção maravilhosa, então eu não tenho parâmetros para te falar como era antes, porque o Jorge apesar de ser nervoso e gritar, a gente é apaixonado pelo outro. Tudo o que eu sei de televisão, eu aprendi com o Jorge Fernando. Eu tive muita sorte.

Futuro na trama

O que vem pela frente para a Brigitte? 

Eu não sei, essa próxima quinzena é um mistério para mim ainda. Porque eu não vou estar na loucura do Getúlio, eu vou estar na outra história que vai acontecer e que também é uma loucura. É um final de ano na escola, com todo mundo junto e vai estar uma loucura. Mas eu não sei o que vai acontecer depois dessa quinzena, mas acho que eles vão ficar juntos e vai ser legal. Eu não sei mesmo, mas espero que eles fiquem juntos, coitada da Brigitte. 

E fora de Malhação o que você tem de trabalho? 

Eu fiz esse ano o segundo filme do Murilo Benício, que deve estrear ano que vem. Acabei de fazer uma participação no filme de um amigo meu, uma participação pequena, mas muito prazerosa. Eu tenho um projeto de espetáculo que também está para capitar. É uma peça sobre a inveja, são duas atrizes, escrita e dirigida por uma amiga minha. O ano que vem está em suspensão, eu quero tirar um tempo para mim. Eu sempre gosto de depois de um trabalho longo, ficar um tempinho reclusa, estudando, lendo, assistindo teatro e viajando para dar uma renovada. Mas, na TV eu não tenho projeto nenhum, mentira tem alguns projetos, mas são projetos e pode ser que sim, pode ser que não. Mas de concreto tem os filmes que vão sair e tenho o desejo dessa peça.

Personalidade

Como esse seu humor, com essa alegria, você pensa em fazer um dramalhão, uma novela das nove? 

Eu não penso em fazer mais nada. Eu estou tão jogada… Eu quero, gostaria de fazer e eu uso meu trabalho para me transformar e melhorar. Não é nem para provar para ninguém que eu sou capaz, é para fazer mesmo. Mas a TV talvez não me dê essa chance assim tão livremente, acho que realmente fica uma coisa da comediante e tudo bem porque a gente está numa empresa. É uma coisa que tem que funcionar, não é lugar de experimentar. Fora até posso experimentar por mim.

Morro de vontade de fazer um Hamlet de novo… tenho vontade de montar um Hamlet só com mulheres, mas é só um sonho, um desejo. Talvez agora dizer para você que ano que vem eu quero fazer um drama numa novela das nove, é uma coisa que eu aprendi que não é assim. É uma coisa que se constrói aos poucos, mas vontade como atriz eu tenho, porém tenho muito prazer em fazer comédia.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio