Luciano Huck fala sobre a falta de bons exemplos: “O Brasil vive uma crise ética”

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 01 de abril, o Caldeirão do Huck volta em nova temporada na tela da Globo com um programa especial dedicado a contar histórias de pessoas comuns que servem como inspiração por ajudarem na construção de uma sociedade melhor.  Luciano Huck conversou com nossa reportagem sobre o especial durante o evento de gala que ocorreu nos Estúdios Globo na última quinta-feira (23).

O que é o evento Inspiração?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Este evento está acontecendo para um programa especial chamado Caldeirão do Huck Inspiração que planejamos que aconteça anualmente. Já fazemos um programa de entretenimento e buscamos sempre pessoas país afora para a realização dos nossos quadros seja Lata Velha, Lar Doce Lar ou Um Por Todos, então o especial Inspiração de hoje é isso, mostrar pessoas comuns que fazem a diferença no mundo e servem como inspiração. Nos inspiramos na realidade do dia a dia e temos 5 brasileiros com histórias muito bonitas que iremos homenagear. O Brasil está no meio de uma crise ética enorme, uma crise de bons exemplos e achamos que seria um bom momento para isso.

O que chamou atenção no trabalho dessas pessoas e como elas foram escolhidas?

Pra ser o mais amplo possível quando desenhamos esse especial, montamos um grupo de 20 curadores das mais diversas áreas do terceiro setor desde grandes ONGs como Unicef e também pequenos empreendedores sociais que tem relevância nas suas regiões. Esse grupo de curadores nos indicou 3 nomes possíveis e chegamos a um universo de 60 histórias incríveis que poderemos usar para os próximos anos. Planejamos esse evento a 4 mãos com a área de responsabilidade social da Globo e junto com eles chegamos aos 5 nomes que serão homenageados nessa edição de hoje. A palavra que a gente mais quer colocar no dia a dia das pessoas além de “ética” é “altruísmo” que é essa vocação de pensar nos outros, a Tia Socorro, uma das homenageadas por exemplo é a personificação disso.

Percebemos que todos os artistas têm um carinho muito grande por você. Como vocês chegaram a essa lista de convidados para este especial do Caldeirão do Huck?

Tentamos misturar os curadores cuja maioria está aqui e alguns amigos, celebridades que estão aqui prestigiando pessoas anônimas que fazem trabalhos super relevantes na sua rua, no seu bairro ou cidade. Pessoas que não tinham os holofotes da mídia e que a gente tem que dar visibilidade aos projetos desenvolvidos por elas.

De onde surgiu essa ideia?

A gente está muito envolvido nisso o ano todo. Nossa turma de pesquisa e redação é incrível, dizem que talento ganha jogo e time ganha campeonato, e aqui a gente tem um time muito legal, todo mundo com o DNA parecido das coisas que a gente acredita. Então esse prêmio é resultado de um pensamento comum na turma que escreve o Caldeirão toda semana.

Entrevista realizada pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais