Luciana Paes defende revelação de segredo de Lenita em Espelho da Vida: “É o espirito dela querendo se libertar”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final de Espelho da Vida, a personagem Lenita, interpretada por Luciana Paes, passa por uma grande nova mudança. A mãe de Pat (Débora Ozório) acabou revelando para a filha um de seus maiores segredos, ela contou que a garota não é filha biológica de Marcelo (Nikolas Antunes). Isso tudo gerou uma grande confusão. Em entrevista ao Observatório da Televisão, a atriz falou sobre o futuro de sua personagem no folhetim e também o comentou as mudanças na trama. Confira:

Leia também:Julia revela a Piedade sobre paternidade de Henrique

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Lenita finalmente revelou o segredo, né?

“Finalmente, estava engasgado na garganta. O nome do pai ainda não pode falar, mas o que estava acontecendo e a música na cena já era um sinal. Mas eu acho que a relação de pai e filha com o Marcelo não muda.”

Você se colocou no lugar da Pat?

“Fiquei muito nessa sensação de o que é você ter um segredo dessa profundidade, guardado por tanto tempo. Acho que deve ter dia que você nem lembra que tem esse segredo, porque é uma coisa pesada demais para você ficar segurando. Até porque a Lenita fica cobrando dinheiro do Marcelo. Mas para a Lenita até cabe isso, porque tem aquela mentira que você mente tanto e uma hora vira verdade. O que eu acho bonito desse momento da Lenita, é porque ela poderia guardar a carta, queimar a carta e simplesmente deixar essa história no segredo.”

Chantagem

Ela não fez isso por medo da Isabel, ela fez porque isso incomodava ela, né?

“Exatamente, nesse momento da história não tem mais uma chantagem. É o espirito dela querendo se libertar. Eu acho uma coisa muito doida, porque esse sentimento eu tenho uma sensação muito doida na minha vida de já ter passado por momentos que eu não sei porque eu estava dizendo uma verdade, que eu não sabia porque eu estava agindo. Mas eu sentia que aquilo iria me libertar como ser humano.”

Como é fazer a mãe de uma adolescente terrível? Isso te deu medo de ser mãe?

“Eu tenho mais medo de ser mãe pela coisa da criança, do que o adolescente. Eu acho que me dou muito bem com adolescente, eu tenho essa coisa revoltada de adolescente, de querer descobrir a verdade.”

Como é para você essa loucura de fazer dois personagens?

“É uma loucura, porque de repente você está lendo o capítulo, vira a página e tem a Mimi que é a Lenita na vida passada. Você toma um susto.”

Preparação

Como foi essa preparação?

“Então, foi a preparação do amém (risos). Tem umas coisas que parece que a gente está lidando com o inconsciente, você está na vibração do personagem, você vai sentindo coisas. Uma vez eu pensei que seria muito legal se a Lenita entrasse no passado e fosse amiga da Hildegard (Irene Ravache), uma francesa chatérrima e foi exatamente o que aconteceu. Eu fiz uma peça uma vez em que fiz uma mulher que já tinha morado na França, então essas coisas eu tinha na manga.”

A novela tem uma história complexa, na rua as pessoas estão conseguindo entender ou questionam vocês?

“Acho que teve um momento de transição de que quem está na novela, está na novela. Agora quem está seguindo a trilha da novela está amando. Até porque já pegou o jogo vai e volta do passado. Mas agora está numa coisa de as pessoas verem que ela fica correndo atrás do Marcelo pedindo dinheiro e na outra vida o Marcelo que casou com ela por interesse. As pessoas que se aproximam de mim para falar sobre a novela na rua, são muito fãs de carteirinha, são pessoas que amam a novela.”

Música

Luciana você também canta e tem umas cenas que você brinca com o violão. Como é para você mostrar um pouco desse seu lado?

“Eu acho que alguém entrou no meu Instagram, viu que eu tocava e aí veio uma surpresa de roteiro. A gente teve que correr atrás, mas eu não vivo disso, é só um hobbie. Tivemos que encontrar um tom, porque a música que eu toquei era bem animada e tínhamos que deixar ela um pouco mais lírica, mais sentida. E aí mudou um pouco os acordes. Eu tenho uma irmã que é cantora e ela canta muito, canta lirico, canta jazz… Eu tenho até vontade de fazer um espetáculo cantando, mas no teatro.”

Teve uma cena que foi mais emocionante ou mais desafiadora?

“Assim como a Débora, tem muitas pessoas que eu sou fã nessa novela, Irene, Ana Lucia… Para mim é uma delícia você ver uma atriz dessa se divertindo, fazendo comédia, uns times. Fora as cenas eu tenho de camarim, porque você pode trocar experiências de profissão.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais