Leonardo Bittencourt comenta repercussão de seu personagem em Malhação: “A sorte é que o Hugo é engraçado”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Malhação: Vidas Brasileiras, Leonardo Bittencourt é Hugo. O rapaz, que no início da história era machista e preconceituoso, mudou seu comportamento mas continuou influenciando negativamente os amigos. O ator bateu um papo com o Observatório da Televisão e falou sobre a trajetória e evolução do personagem, que continua sendo pautado pela inconsequência. Confira:

Leia também: Igor Rickli termina peregrinação até Santiago da Compostela: “Momentos que vivo”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há um tempo atrás o Hugo estava naquela confusão toda de preconceito, mas agora mudou algumas coisas. O que você fala dele para a gente?

“Na verdade, de lá para cá ele continua aprontando bastante, né? O Hugo tem por característica essas ações de cunho duvidoso, mas a gente vê muito esse traço da inconsequência ainda presente. Não é mais o preconceito, mas de escolhas erradas.”

Você acha que ele não tem jeito?

“Eu acho que não é nem questão de jeito. O Hugo tem essa questão da criação, de você ter a vida inteira aprendido o que é o certo dentro de uma criação e o que a sociedade reflete. É muito difícil você enxergar qual o comportamento que você tem que mudar, então não é que ele não tenha jeito, alguma coisa ainda não chamou a atenção dele o suficiente, para ele entender que o mundo não funciona desse jeito.”

Personagem humano

Como é para você fazer um personagem assim?

“Eu tenho comentado com algumas pessoas que quando a gente imagina a figura do vilão, a gente pega muito uma pessoa pela maldade e acho que o Hugo enquanto ser humano, é importante falar que ele tem essas escolhas e como um ser humano ele se equivoca e ele na imaturidade dele, não tem noção das consequências dos próprios atos. Acho que o prazer enquanto ator, é mostrar o prazer de fazer esse ‘vilão humano’. Enfim!”

Qual é a resposta dos fãs referente um personagem feito o Hugo?

“A sorte é que o Hugo é engraçado, não sempre, mas aí as pessoas comentam muito essa relação do amor e ódio. Eu recebo muitas mensagens da galera falando que o Hugo é um embuste, uma caçamba de lixo, mas é engraçado. Eu converso muito com o pessoal do elenco, porque tem um propósito do Hugo estar andando com todo mundo da galera, se ele fosse só esse lado ruim, não teria sentido algum de estar ali naquele meio.”

Leonardo Bittencourt conta o que espera de Hugo

E quais mudanças você espera dele?

“Eu ainda não tenho muita noção, porque a gente não recebe tantos capítulos a frente, mas ele vem falando bastante sobre o pai dele, sobre a criação da família e eu espero que na quinzena dele, a gente descubra como é essa criação dele, quem é esse pai.”

E a relação entre o Hugo e a Verena?

“Eu acho que o Hugo vacilou muito com a Verena, ela demonstrou que tem um sonho de ser uma atleta olímpica, isso exige muita coisa e você estar com alguém que não te apoia, eu não preciso nem falar do nível que o Hugo chegou, mas a gente sabe que é complicado. E pelo que a gente está vendo o Hugo ainda não é a pessoa certa para estar com ela.”

Função como apresentador

Você virou o apresentador das lives de ‘Malhação’ Ao Vivo no GShow, né? Talvez essa seja uma nova função pintando aí na sua vida?

“Então, eu sempre gostei de me comunicar e a princípio foi como ator, porque querendo ou não a gente comunica dentro da nossa profissão, mas o convite veio da direção pelo que eu fazia nos meus stories, no meu Instagram, o pessoal gosta bastante. Foi tudo acontecendo naturalmente e quando acontece naturalmente é bem gostoso, eu não tinha pensado sobre, mas estamos abertos a possibilidade.”

Você faz o Hugo, um cara que é sem noção, sem filtros e como funciona em casa, o que a sua família acha do personagem?

“Minha avó me dá broncas, ela assiste e fala que ele está aprontando demais. O pessoal em casa, tirando a minha avó, separa bastante as coisas e estão felizes, só de ver eu trabalhando e por ser uma profissão que a gente tem essa dificuldade de se manter estável financeiramente, estar sempre trabalhado e só de ver essa projeção toda nacional que a Malhação dá para a gente, a família fica em casa feliz.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio