Kelzy Ecard comemora sucesso em Éramos Seis: “Está sendo muito bacana”

Publicado há 9 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kelzy Ecard atualmente está no ar como a dona Genu em Éramos Seis, atual novela das seis no ar na TV Globo. A personagem que faz um sucesso enorme entre os fãs da nova versão da trama, ainda passará por momentos marcantes na novela. Considerada uma ótima mãe, a figura também gosta de fazer uma fofoca que acredita ser do ‘bem’.

Em conversa com o Observatório da Televisão, Kelzy falou sobre o que está achando da repercussão de dona Genu e também revelou detalhes do futuro da personagem. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sua personagem está fazendo sucesso, como está sendo isso para você?

“O retorno está sendo muito bacana. É engraçado porque me cobram muito, outro dia eu tirei uma foto com uma moça que disse que a dona Genu era uma fofoqueira do bem. Ela é muito parceira da Lola e acho que isso salva ela de ser massacrada, então estou salva disso.”

O Virgulino faz um trabalho legal, onde falar dos direitos trabalhistas, né?

“É muito bom estar falando sobre isso, mas ao mesmo tempo é muito triste estar falando sobre questões que vivemos nos anos 30 e estamos tendo que rediscutir. Questões de moralidade mesmo no setor trabalhista e o personagem dele é muito digno, então é muito bonito ter esse cara falando sobre isso. Você para e pensa: ‘Espera aí… que ano está se passando essa novela mesmo?’.”

E como é contracenar com esses jovens que são os filhos?

“Eles são umas graças, né? Lindos, porque o meu DNA é espetacular. Eu quero deixar aqui registrado, porque na outra novela eu fui mãe de Letícia Colin e Nanda Costa. É comigo, filho bonito me chama e eles são umas graças, eles tem um frescor e uma grande vontade de aprender.”

Torcida

A torcida dela pelo seu Afonso com a Lola, vai rolar?

“Pois é, isso é uma coisa curiosa. Porque se a gente for pensar em uma coisa de época, uma personagem como a Genu, que tem lá seus preconceitos, é estranho ela dar força para uma relação que não seria aceito socialmente. Mas acho que ela tem tanto amor por essa amiga, que tudo o que tem chegado para mim é isso.”

Você falou que a novela tem uma coisa muito atual… Hoje em dia o governo atual coloca os artistas como vagabundos. Como você vê isso?

“É muito triste o que a gente está vivendo, porque os artistas estão vivendo uma verdadeira perseguição. Estão tirando todas as nossas condições de trabalho… Eu falo isso de uma situação muito privilegiada, porque eu estou contratada da emissora, mas eu vejo os meus colegas de teatro, porque não é só falar que acabou com a mamata da lei rouanet, até porque a lei não é uma mamata.

Fora que a industria cultural é uma das mais rentáveis do país, você praticamente duplica os rendimentos. E dizer que a gente é vagabundo? A gente trabalha todos os dias da semana, trabalhamos praticamente 24 horas por dia. O artista não é simplesmente bate o ponto e esquece… É uma profissão como todas as outras que merece respeito e dignidade.”

Emoções

Seu núcleo vai passar por um momento mais forte e emocionante, o que você pode dizer?

“A gente vai ter uma questão que o Virgulino vai passar por uma coisa, onde a família toda vai girar em torno disso. Daqui a pouco a gente vai passar por um período de turbulência na novela, porque estamos chegando na revolução de trinta e dois, isso também vai movimentar todos os núcleos da novela.”

Mas estão dizendo que o Lúcio vai morrer, né?

“Então, isso é o que estão dizendo, mas eu acho que não. Muita coisa da outra versão está muito modificada.”

A Genu é uma ótima mãe, ótima amiga, mas uma sogra muito ruim. Ela implica com todo mundo, né?

“Ela é uma mãe muito boa, muito amorosa, mas ela está em uma fase… Ela fica o tempo todo perseguindo esses filhos, mas é muito o retrato de uma época. É muito gostoso fazer isso, saber que você está representando um pensamento e uma época.”

Na época ela ficava cuidando da vida dos outros pela janela, você acha que hoje em dia ela estaria aí pelas redes sociais?

“Totalmente e eu acho que a Genu era aquela que iria mandar bom dia todos os dias, toda hora um vídeo novo. Eu acho que ela entraria na página dos outros, seria o reino da Ganu.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais