Jesuíta Barbosa revela que acontecerá um crime em Verão 90: “Tem muito mistério”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Jesuíta Barbosa está prestes a voltar para as telas da TV Globo. Ele estará em Verão 90, próxima novela das sete da emissora, onde interpretará o vilão Jerônimo. ‘Verão 90’ é uma comédia romântica, solar e musical, escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral, com direção artística de Jorge Fernando. A próxima novela das sete vai mostrar a trajetória de três ex-astros mirins e suas mães batalhadoras, Lidiane (Claudia Raia) e Janaína (Dira Paes), cada uma a seu modo. Em entrevista ao Observatório da Televisão, o ator revelou detalhes do seu personagem e contou um pouco mais sobre a trama da novela.

Leia também: Pensando em Verão 90, Rede Globo pauta modas da época nos programas

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como está sendo a experiência de estar nessa novela e com esse personagem? 

Eu acho que tudo é sempre muito cabeça, às vezes eu acho que eu racionalizo demais. A minha vontade de fazer uma novela era justamente por isso, para encontrar uma nuance de atuação, uma prontidão, uma resposta que no cinema não existe. Eu acho que poder trabalhar com esse diretor, que tem um registro, uma época, mas que consegue se reinventar. Acho que é muito oportuno para mim, aqui eu consigo sentir realmente o que foram as grandes décadas de 80 e 90 de novelas na televisão. Para mim está sendo muito bom porque a gente trabalha com improviso, com muito humor e são duas coisas difíceis, mas quando você junta as duas complica mais ainda. A minha vontade é conseguir prontidão, trabalhar meu corpo como memória de texto, porque tem muito texto e isso me preocupa muito.

Preparação

Como você faz essa preparação? 

Eu estudo. Eu estudo muito sozinho, mas eu não consigo decorar texto só. Então eu gosto de encontrar os atores e atrizes antes de acontecer a cena, para passar o texto.  

Vocês têm alguma inspiração ou referência no É o Tchan? 

Eu coloquei um caco na novela que é em referência ao É o Tchan, “ordinária”. Acho que tem várias referências. O balão mágico é uma referência. Mas eu acho que a novela tem essas homenagens no texto, em como uma pessoa trata a outra nas gírias e isso vai dar para perceber bem.  

O seu personagem tem uma pegada de vilania, mas até que ponto chega essa vilania? 

Tem muito mistério. Mas é uma trama que envolve um crime. Tem várias viradas essa novela. Tem um momento importante que é quando acontece esse crime e o que se dá depois disso. A novela que é de humor e continua sendo porque são muitos núcleos, ela de repente ganha um ritmo de mistério e suspense.  

Como fica a sua rotina tendo várias gravações? 

Eu gravo muito, tem dia que começa às sete da manhã e vai até o fim de tarde. É uma coisa muito corrida, porque tem cena de praia e envolve muita coisa. Tem um jogo rápido também, uma psicologia de personagem. Você vai e improvisa alguma coisa, mas é um gênero que eu estou gostando de fazer.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio