Imerso no drama, Murilo Rosa deixa vaidade de lado para viver Mário em Salve-se Quem Puder: “Um início doloroso”

Publicado há 9 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A TV Globo está prestes a estrear Salve-se Quem Puder, próxima novela das 19 horas que marca o retorno do ator Murilo Rosa ao vídeo desde sua participação em Orgulho & Paixão, em 2018. Na trama de Gabriel Ortiz, o ator de 33 anos terá o desafio de dar vida a Mário, um homem de bem, que luta para criar Luna, personagem vivida por Juliana Paiva. Mário e Luna foram abandonados por Helena, a mãe da menina. “É diferente para mim. É a primeira novela que eu faço o pai de uma menina já adulta“, comentou Murilo Rosa ao Observatório da Televisão durante a coletiva de imprensa realizada nesta terça (15) nos Estúdios Globo.

Imerso no drama, Mário passará um período da história sob cadeira de rodas após sofrer um grave acidente. Tal situação transforma sua vida. Posteriormente ele se vê em uma situação ainda mais dolorosa. O rapaz perde Luna. A jovem desaparece após um furacão destruir parte do México e é dada como morta pela polícia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Murilo Rosa precisou deixar a vaidade de lado para construção de Mário, que neste início de história viverá todas essas emoções. “Mas ele é um cara que sonha, mesmo sofrendo tem alguma coisa que puxa ele“, contou. Confira a entrevista completa:

Trama

Como está sendo essa novela?

“[…] Essa novela é uma comédia romântica e como toda novela que é uma comédia romântica, tem núcleos mais dramáticos. Eu fico muito feliz, eu entrei aqui hoje e falei: ‘Caramba, mais uma novela, mais um lançamento…’. É diferente para mim, é a primeira novela que eu faço o pai de uma menina já adulta. Isso é uma coisa que eu já conversava com meus amigos, eu falava que tinha que fazer pai de uma menina já grande. A Luna que é minha filha, feita pela Juliana Paiva, ela está arrebentando, tem um brilho muito especial.”

Como é o seu personagem?

“Meu personagem é um chefe de cozinha e depois começa o momento dramático. Ele sofre um acidente, começa com uma cadeira de rodas e foi abandonado pela esposa lá atrás, é ele e a filha. Nesse início a filha acaba também desaparecendo, ele acha que a filha morreu, então tem muito drama nesse início com ele. Mas ele é um cara que sonha, mesmo sofrendo tem alguma coisa que puxa ele.”

Paternidade

Como está sendo a experiência de ser pai de uma menina?

“Uma delícia, pai de uma menina tão linda, eu que só tenho menino em casa. Eu estou querendo ter mais um, mas a mulher tá meio com preguiça… Mas tem aquele processo, tadinha, elas que sabem como funcionam o negócio. Mas é uma relação muito amorosa, os personagens são apaixonados um pelo outro, é uma relação muito linda.”

Esse personagem é muito diferente de tudo que você já fez?

“É um personagem que começa em uma cadeira de rodas, ele não tem uma preocupação com a estética. Eu fiz muito galã, muito mocinho, muito personagem que ditava esse lugar. Ele está vivendo uma dor, um momento dramático, é a primeira vez também que eu tenho uma barba dessa. O personagem em uma cadeira de rodas, pai de uma menina grande, sem essa preocupação com a estética é a primeira vez.”

Mas ele se recupera?

“Ele se recupera, aos poucos ele começa a andar.”

Amorosamente ele também se recupera?

Então, vai acontecer muita coisa… Nesse primeiro momento ele está morando em Cancun, a trama começa com ele ali e o sonho dele era atravessar a fronteira com a mulher dele e com a filha. Eles estão nesse momento, mas no flashback mostra que eles tentam uma vez e são presos, tentam outra vez e não conseguem. E de repente, a mulher dele desaparece, ela fala que vai para os Estados Unidos, consegue entrar, mas não volta mais e depois eu descubro que ela casou com um casa rico em São Paulo. A menina cresce com esse mistério, mas por enquanto ele tem pavor dessa mulher.

Rancor

Ele tem algum tipo de rancor?

Muito! Ele está sem
emprego, numa cadeira de rodas e vivendo a dor da filha que
desapareceu. Ele está nesse momento, acha que a filha morreu e outra
coisa, com o furacão a casa dele explode, que é parte do atentado.
Ele tem raiva dessa mulher, mas a filha quer encontrá-la.

Mas ele tem um outro relacionamento?

Por enquanto não… Eu soube que talvez vai ter, já me falaram mais ou menos. Tem uma outra atriz maravilhosa, que é mãe de uma daquelas outras personagens ali e talvez eles vão se envolver.

***Entrevista realizada pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais