Gabriel Coelho vence o Mestre do Sabor e fala sobre a experiência: “Foi surreal”

Publicado há 10 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foram 12 semanas intensas. Mais de 20 desafios separaram os participantes do primeiro lugar da competição. Ao final de duas provas que aguçaram a criatividade e a paixão dos finalistas pela gastronomia brasileira, o chef paulistano Gabriel Coelho, de 31 anos, sagrou-se o grande campeão do Mestre do Sabor.

Gabriel segue a linha do que ele chama de comida de verdade, bem apresentada e valorizando os ingredientes brasileiros. Seu prato de entrada no programa foi uma costelinha de porco, purê de broa de milho e vinagrete de milho queimado. “Tenho muito amor pelo que faço. Acredito que cozinhar é troca de sentimentos”, revelou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entrevista

O que significou participar do Mestre do Sabor? 

“Acredito que participação no programa foi um divisor de águas na minha vida, profissional e pessoal. Essa experiência foi diferente de tudo que já passei. Foi muito mais incrível do que eu podia imaginar. Lidamos com nossos próprios sentimentos: nervosismo, alegrias, angústias e muita, muita felicidade. Espero que tudo continue dando certo e, se depender só de sentimento, a missão do programa já foi cumprida.”

Como foi seu relacionamento com os outros participantes e com os mestres?  

“A interação entre nosso time foi única. Não dá para explicar. A sinergia entre todos foi automática. A vibe foi primordial para que o desempenho tenha sido satisfatório no início do programa. Cozinha é isso. Quanto aos mestres, só tenho elogios. O Avillez é uma pessoa fora de série. Não é só uma questão de experiência profissional dos mestres, mas sim de ensinamentos que adquirimos de cada um após esses meses de convivência. Cozinhar é isso. Incrível.”

Aprendizado

Qual foi o seu maior aprendizado no reality? 

“Sem sombra de dúvidas o maior aprendizado foi o contato com essa galera do Brasil inteiro. Foram vários participantes de quase todos os estados. Cada um de um canto diferente. Foi uma troca cultural e de experiências absurda. Imagina uma competição com dezenas de participantes de todos os cantos? Foi surreal.”

O que você leva da experiência no Mestre do Sabor?  

“Levo amizades que faço questão de cultivar para o resto da minha vida.”

E agora, quais são os planos? O que pretende fazer com o prêmio? 

“Nossa, eu estou cheio de planos! Eu e a Júlia (minha noiva, que também é cozinheira) queremos abrir nosso restaurante no próximo ano. O projeto está quase pronto e está lindo demais. Estou louco para contar para todo mundo! Só mais um pouquinho e já vamos poder divulgar os detalhes. Vai ser único.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais