“Fui guiado pelo desafio”, revela Marcos Pitombo sobre começo na TV Globo

Publicado há 7 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marcos Pitombo está de volta às novelas em Salve-se Quem Puder, onde interpreta o personagem Bruno. Ele que está muito feliz em repetir a parceria com o autor Daniel Ortiz e também com a atriz Sabrina Petraglia, avisa que seu personagem é um pouco misterioso, mas que está adorando.

Em conversa com o Observatório da Televisão, Marcos revelou que já viveu uma situação de Salve-se Quem Puder. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como está sendo a parceria com a Marianna Armellini?

“Eu conheço a Marianna artisticamente, acompanhei alguns trabalhos dela… Vi o último trabalho dela em Malhação e ela é uma companheira maravilhosa. Ela é superdivertida, está fazendo um personagem um pouco mais inédito, mais sério, só que ela muito divertida, não só dentro de cena como nos bastidores.

Está sendo um prazer estar com ela, aprendendo com ela e estamos tendo cenas muito gostosas. A gente vai ter mais cenas de família, né? Mas com o pouco que convivi com ela, eu já sou apaixonado por ela.”

Salve-se Quem Puder

Você já viveu alguma situação de salve-se quem puder?

“Já! Olha, acho que todo brasileiro vive isso no dia a dia, né? A coisa não está fácil e é um salve-se quem pude diário. Mas eu já estive numa situação um pouco curiosa. Por conta de coisas da vida, eu fui pra China trabalhar, antes das Olimpíadas, no momento em que a China ainda estava super oriental, porque depois a China se ocidentalizou.

Então, eu tive situações que eram bem salve-se quem puder, de um simples atravessar sinal, na faixa de sinal, você consegue se perder porque é muita gente. Eu comia miojo e atum todo dia. (…) Então, foram situações curiosas.”

Quando foi?

“Um pouco antes de eu começar aqui, na Globo. Eu comecei na oficina de atores em 2005, então isso foi em 2004. Foi na época do primeiro tsunami. A minha mãe estava sentada, vendo TV, e aí: ‘O tsunami varre a China’. E ela: ‘Meu Deus!’ (risos). Obviamente que onde eu estava não teve nada, mas a informações… ainda não tinham as redes sociais como é hoje.”

China

Você foi pra China por que exatamente?

“É uma história curiosa. Eu estava fazendo teste para a oficina de atores da Globo e precisava de uma foto de cadastro. Aí, por acaso, a mulher do meu pai, na época, estava trabalhando na agência Mega, de modelos e eu fui lá pedir uma força pra tirar umas fotos. Tirei e, no dia que eu fui pegar as fotos pra levar pra Globo, ela falou que estava tendo uns testes na sala ao lado e disse pra eu ir lá.

Eu estava com as fotos na mão assim… Fui lá e era um teste pra China. Aí, tranquei a faculdade de Odonto e fui guiado pelo desafio. Eu fazia odonto, mas não era o que me alimentava, eu já sabia que não era aquilo. Aí, encarei esse desafio e chegando na China, recebi a notícia que eu tinha passado na Globo. Então, foi uma breve temporada. Se você falar que eu fui modelo, eu nego (risos). Não deu, mas foi bacana a experiência.”

Foi para qual cidade?

“Eu ia pra Hong Kong, mas aí… eu passei aqui, na oficina, e cancelei tudo.”

Voltando pra novela… A relação dos irmãos é boa ou é conflituosa?

“O Bruno vê o irmão com admiração. É nesse lugar e… a gente vai vê depois (risos).”

Os dois vão se interessar pela Micaela, né?

“É, exato, deste o primeiro momento. No primeiro encontro, já tem uma troca de… aquela coisa de conexão imediata no olhar, arrepio e os dois ficam envolvidos por ela, e ela, de uma certa forma, fica inebriada com esses dois caras. Só que eles são escolhidos pra trabalhar no restaurante dela porque são garotos capazes, bacanas e a partir daí, começa uma relação bonita dela com os dois.”

Mas um sabe que o outro tem interesse nela?

“Ah, vai ter um momento…”

Corpo

Como você cuida do shape?

“Então, dessa vez… é muito curioso porque eu sou muito fiel à forma física do personagem, gosto de trabalhar com cada personagem de uma forma. Já fiz muay thai, crossfit. Eu, particularmente, defendo a atividade física e a alimentação saudável visando a longevidade, eu quero ter uma vida bem longa e com saúde, este é o meu foco na vida.

Neste personagem, eu escolhi o yoga, porque traz uma introspecção, um olhar pra dentro, um autoconhecimento, um estado de paz… é maravilhoso! E, pra mim, está sendo muito bom, porque não é só uma atividade física, mas é um olhar pra dentro. Então, estou fazendo yoga, estou acordando super cedo. Hoje, por exemplo, acordei às 5h30, para fazer a minha aulinha.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais