“Falavam que eu seria como Fábio Assunção, e agora vou interpretar ele mais jovem”, revela Klebber Toledo

Publicado em 22/06/2017

Klebber Toledo assim como Drica Moraes, estará na nova série da Globo, A Fórmula. Na história, ele será Ricardo, um jovem cientista apaixonado por Angélica (Luisa Arraes/ Drica Moraes), que escolhe ir para os Estados Unidos e deixa a amada. 20 anos depois, Ricardo (Fábio Assunção) reencontra a amada em um congresso, onde ela descobre uma fórmula para ficar com a mesma aparência que tinha na juventude. Klebber conversou com nossa reportagem sobre os desafios da nova produção:

Klebber Toledo e Camila Queiroz posam ao lado de Walcyr Carrasco em aniversário

Como foi gravar uma série neste formato?

Como é um plano sequência é tudo milimétrico, se você dá meio passo fora da marcação, tem que refazer toda a cena. É muito trabalhoso mas muito gratificante. A dificuldade de repetir muitas vezes a cena é que às vezes você se perde, mas tínhamos a equipe para nos ajudar nisso.

Você e o Fábio Assunção farão o mesmo personagem em diferentes fases da vida. Como foi sua preparação e sua ligação com ele?

O maior ganho foi a troca constante tanto com a nossa diretora como entre nós atores. Pegávamos o texto, e líamos, relíamos, e falávamos “Isso funciona, isso não funciona”, e tivemos a preparação para estudar um ao outro, não só dentro da cena mas fora dela, e com isso eu pude conhecer mais o Fábio. Por eu fazer o Fábio 30 anos mais jovem, eu não teria os mesmos trejeitos dele, porque de acordo com a maturidade a postura dele foi mudando, então fizemos esse tipo de criação. Eu tinha que criar ele pensando em como ele se tornaria depois de maduro. Quando eu entrei na Globo há 10 anos falavam assim “Você um dia vai poder ser o novo Fábio Assunção” e agora estou aqui fazendo o mesmo personagem que ele. Essa equipe inteira é de uma união e generosidade que fez toda a diferença.

Como seria pra você voltar no tempo?

É o sonho de qualquer um, poder voltar ao tempo com a cabeça que a gente tem hoje, com a maturidade e consciência das coisas. Mas voltar no tempo para viver tudo de novo eu não gostaria, porque se eu errei com alguma coisa, espero ter me desculpado. Viver é evoluir e crescer, já o futuro a Deus pertence. Temos que nos preocupar com o agora.

Você é muito vaidoso?

Somos atores, somos muito vaidosos no geral, e eu tenho uma vaidade cênica maior. Sou muito perfeccionista, e quero que as coisas aconteçam daquele jeito que planejei. Sou realmente apegado às minhas criações. Sou um ator que tanto queimo na largada de emoção com algumas coisas como para outras preciso aquecer bem o motor. Por exemplo, cenas mais animadas eu queimo logo na largada porque tenho muita energia, mas as cenas de maior emoção eu tenho que me deixar envolver um pouco mais, e fazer mais de uma vez para chegar ao lugar que desejo.

Mas você gosta de estar sempre em forma, e malhar bastante não é?

Eu não me preocupo muito com essa coisa não. As pessoas geralmente perguntam “Klebber, o que você come”, e se perguntarem para os meus companheiros de elenco então, eles vão confirmar que como tudo, aquele misto quente ali então… (risos). A parte do corpo e do físico é porque adoro praticar esporte, sempre gostei, e por isso gasto muita energia. Isso é uma consequência natural, e não um desejo de ficar assim. Por exemplo, eu vou fazer um próximo trabalho em que interpretarei um boxeador e aí vou precisar dar uma maquinada diferente porque é outro tipo de corpo, e se o personagem pedir eu vou até engordar.

Você pediu a Camila Queiroz em casamento recentemente. Por que teve esse desejo?

Porque a gente é muito feliz junto. Sou muito feliz ao lado dela.

Não acha que foi um pouco cedo? Chegaram a marcar uma data ou pensar como querem que seja a cerimônia?

Acho que não tem tempo. Ainda não marcamos uma data, mas vou te falar um negócio, o que ela falar, está falado. Ela é quem manda. Pra gente ser feliz e estando com quem amamos por perto é o que importa, o local e como vai ser é o de menos.

Qual foi a reação dela quando você a pediu em casamento?

Sorriso, ela é muito simpática e estamos muito felizes. Foi uma surpresa, acho que ela não esperava.

*Entrevista realizada pelo jornalista André Romano.