“Eu uso um macacão que pesa 20 quilos”, diz Letícia Colin sobre caracterização para ficar gordinha em Novo Mundo

Publicado há 4 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Prestes a voltar às telinhas, Letícia Colin conversou com nossa reportagem e falou um pouco de Leopoldina, sua personagem em Novo Mundo, nova novela das 6, da TV Globo.

Em um papo descontraído, a estrela falou de como é se vê com 20 quilos a mais no vídeo. “Eu uso um macacão que pesa 20 quilos.  No vídeo fica bem diferente. Estou muito feliz com o resultado final”, relatou a estrela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira o papo:

Como está sendo interpretar a Leopoldina?

“Eu sempre gostei de história na escola. Mas a gente acaba conhecendo esses personagens da história bem superficialmente. Conhece a história do jeito muito geral. Por causa da novela, eu descobri as sutilezas dela. Os detalhes e tudo mais. A personagem me comove muito. Principalmente através das cartas. As escritas revelam muito da personalidade dela. Ela desabafa, ela confia muito na família. Quando ela escreve para o pai e para a irmã, ela coloca no papel sentimentos que ela está vivendo. É muito comovente. Eu amo essa personagem.”

 Ela vai sofrer bastante, né?

“Vai sofrer muito. Ela sofre por tudo. Ela nunca mais retorna a Áustria. Ela sai de lá aos 19 anos, e não volta mais. Ela não encontra ninguém da família. Ela vai formando uma família aqui, de um jeito intenso. A cada ano que ela fica no Brasil, ela tem um filho. É mais ou menos essa cronologia. Mas muito abandonada. A relação que ela tem com o Dom Pedro que é uma coisa intima, quase adolescente, sabe? Depois de um certo tempo, isso vai se diluindo.  Eles passam a se encontrar menos. Os assuntos acabam virando assuntos políticos do que o amor em geral. Ela vai viver uma vida mais adulta e uma vida de desilusões. Principalmente por causa da infidelidade dele.”

 Você disse que a personagem seria gordinha. Você precisou engordar?

“Não! Eu tive essa conversa com o diretor (Vinicius Coimbra) e ficamos nesse dilema como a gente iria fazer. Eu tinha me comprometido que iria engordar. Eu adoro comer! Eu achei o máximo. Eu sou bem desencanada. Eu fico feliz quando complicam a minha vida. Pedem para emagrecer, pedem para engordar. Quando o diretor falou eu achei interessante. Eu sei que esse envolvimento físico é uma coisa que me interessa. Isso traz uma composição de um personagem. Eu falei que ia engordar. Passou o Natal, passou Réveillon, e nada. Eu estava gravando e comia muito. E nada de engordar. Enfim, eu acabei emagrecendo. O diretor falou que eu sou a única atriz que ele manda engordar e eu emagreci. E eu comia muito. Eu adoro comer besteiras: sanduíche, chocolate, fritura. Eu estava pegando pesado. O que eu consegui foi quase uma gastrite. Ao invés de engordar, eu tive quase um problema no estômago. Fiquei bem sensível. A gente meio que relaxou e já tínhamos pensado na segunda fase dela usar um enchimento. É um macacão que eu visto. Ele é muito engraçado. É muito bizarro!”

Como é esse macacão?

“Começo a usar esse macacão depois de uma passagem de tempo de quatro anos. Um pulo! A gente acaba entrando no ano da Independência do Brasil. Nesse tempo, ela teve três gravidezes. Um dos filhos já morreu, e fica somente com dois filhos. Em breve, o outro filho dela também morre de uma viagem que eles fazem. Tem uma sucessão de tristezas na biografia dela. Ela se dá conta que não vai voltar para o país dela de origem. A gente não vai ver muito isso. Mas, estou adiantando algumas coisas para vocês. A família vai parar de responder as cartas que ela escreve. Ela acaba perdendo o elo com a família. O Dom Pedro vai continuar infiel. Ela vai ficando muito infeliz. Vai saindo cada vez menos do palácio. Vai ficar bem solitária. Nesses quatro anos, ela tem uma desilusão com a ideia que ela tinha do casamento, da felicidade no Brasil. Ela começa ter um desleixo com ela mesmo. Isso reflete muito na estética. Ela não usa mais as roupas belíssimas. Não tem mais vontade de colocar coroa. Ela perde o encanto. A gente começa com uma Leopoldina muito feliz na história. E, depois ela fica melancólica. Esse macacão é um body. Ele tem uma barriga, um bumbum, um culote, todo cheio. E, um peito enorme. Ele pesa tipo uns 20 quilos. O cabelo dela é  desleixado nessa segunda parte. Sem maquiagem nenhuma nesse segundo momento. O macacão é feito de alpiste. Ele é costurado. Se a gente quiser colocar mais peso, colocamos mais alpiste. Então, vai fazendo umas gordurinhas, uns pneuzinhos. É incrível! É muito bem feito, é muito divertido.”

 Como é se vir com 20 quilos a mais?

“É engraçado! A gente rir muito. Eu sou uma pessoa bem humorada. Vai dar para ver esse resultado no vídeo. Eu estou bem diferente. Eu tenho 27 anos, e essa é minha primeira novela de época. Era um sonho de infância. Estou muito feliz.”

ENTREVISTA REALIZADA PELO JORNALISTA ANDRÉ ROMANO

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais