“Eu não me sinto bonita, eu me sinto madura para fazer tudo”, revela Juliana Paes sobre atual momento em A Dona do Pedaço

Publicado há um ano
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A expectativa para a estreia da novela A Dona do Pedaço, de Walcyr Carrasco, está enorme. Juliana Paes vive a protagonista Maria da Paz, no novo folhetim das nove da TV Globo, que irá substituir O Sétimo Guardião, a partir do próximo dia 20.

Em entrevista ao
Observatório da Televisão, Juliana falou sobre estar vivendo uma
das melhores fases de sua carreira e também revelou detalhes de sua
personagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Maria da Paz sofre uma mudança de visual, certo?

“A Maria da Paz vinte anos depois vai para o salão, se transforma e vira essa outra mulher. Diferente da Maria da Paz lá de Rio Vermelho.”

Como está o ritmo de gravações?

“Bastante corrido. O Walcyr chegou e falou que já estava sabendo que eu quase havia caído de cama e disse: ‘Eu não vou diminuir a quantidade de cenas não, se prepara. Porque tudo que eu vi, eu amei e vou escrever mais ainda’. Eu falei que não sabia se isso era bom ou ruim. Eu tenho um volume de cenas nessa novela, que eu acho que nunca tive antes. Mas é porque é a personagem que leva toda a história, não tem como fugir disso. Eu estou curiosa para ver também, porque não vi ainda.”

Mão na massa

Alguém te ajuda nessa história dos bolos? Você coloca mesmo a mão na massa, né?

“Eu já fiz tanto bolo nessa novela, que eu já sei fazer o bolo que a avó ensinou de olhos fechados. Porque a gente tem fazer várias vezes, então eu já aprendi.”

Você sente que está na sua melhor fase?

“Eu me sinto na minha melhor fase, essa idade é muito especial. É louco porque quando eu era novinha, eu achava que com quarenta anos eu já estaria mais reservada, trabalhando menos e eu nunca trabalhei tanto na vida, nunca estive tão proativa. Eu não me sinto bonita, eu me sinto madura para fazer tudo.

Claro que a nossa pele não tem vícios como a gente tinha com vinte anos, mas acho que a forma do meu rosto está mais bonita. Mas eu percebo os meus defeitos, eu percebo a beleza que já me deixou, mas a maturidade me faz ter menos cobrança comigo mesma e eu me sinto muito mais bonita do que me sentia aos vinte.”

A Dona do Pedaço

O que é ser a dona do pedaço?

“Eu estou descobrindo junto com a novela. Para mim ser a dona do pedaço, é ser a dona a própria vida, das próprias histórias, da força de trabalho sem passar ninguém para traz. Fazendo simplesmente aquilo que a gente veio para fazer, porque a vida é amor e trabalho.”

Seus personagens sempre são marcantes, você já fez várias protagonistas de novela das nove, não é?

“Eu fico muito feliz, é algo que não acontece de uma hora para outra. Todos os personagens que acabaram acontecendo para mim depois de celebridade, foram personagens que eu batalhei para fazer, que eu escolhi fazer, desejei e me empenhei muito. Não existe um dia que eu chegue no Projac e fale: ‘Hoje é mais ou menos, eu tenho só cena que não é nada demais’.

Para mim cada cena conta, eu faço faço cada take como se fosse a cena de final de capítulo. Às vezes a equipe brinca comigo, fala para desapegar, relaxar, mas eu sou muito meticulosa. Você não conquista as pessoas no primeiro dia, você conquista conforme as coisas vão acontecendo. Isso tudo é muito trabalhoso, mas muito gratificante também.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais