Elizabeth Savalla fala sobre sua personagem em O Sétimo Guardião: “Eu só sei que ela é má”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elizabeth Savalla está de volta ao horário nobre da TV Globo, para interpretar uma beata fofoqueira chamada Mirtes, mãe do doutor Aranha (Paulo Rocha) e uma sogra terrível de Stella (Vanessa Giácomo) em O Sétimo Guardião. A nova trama da emissora, marca a volta de Aguinaldo Silva ao realismo fantástico. Então, com Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Lilia Cabral, Antônio Calloni e grande elenco, o folhetim tem direção artística de Rogério Gomes. O Sétimo Guardião mostrará uma pequena cidade que possui uma fonte com propriedades curativas e rejuvenescedoras, protegida por sete guardiães que garantem sua segurança, grandes histórias e muitos mistérios. Resta saber até quando cada um é capaz de guardar um segredo.

Leia também: Conheça parte do elenco e personagens que vão embalar a novela

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fala um pouco sobre a sua personagem? 

Eu ainda não sei muito sobre ela, mas só sei que ela é má, feito um pica pau. Porém, o motivo dela ser má eu também ainda não sei. Isso que eu gosto da obra aberta, é que a gente praticamente vai descobrindo junto com o público e afinal eu gosto dessa surpresa. E nós temos uma equipe maravilhosa, eu já tinha feito Morde e Assopra com a maioria deles, trabalhei com o Aguinaldo Silva em Partido Alto. É muito legal você acompanhar a trajetória que ele teve e eu adoro essa história do realismo fantástico.

Inspirações  

Você se inspirou em alguém ou alguma coisa? 

Eu não sei me inspirar em outra pessoa ou em alguma coisa. Eu acho que o conjunto da obra da vida, vai dando essas pessoas. Eu não consegui preparar um personagem de fora para dentro, eu acho que o personagem vem de dentro para fora.  

Você acha que ela tem afeto por alguém? 

Tem pelo neto. Ela tem um grande afeto pelas pessoas que são próximas a ela, pela família. Ela tem um filho e tem um ciúme por ele que faz ela não gostar da nora de jeito nenhum. Sabe aquelas mães que quer os filhos só para si? Já não é o meu caso, eu tive quatro filhos homens e cada nora que se aproxima eu adoro! A gente pode falar sobre shopping, cabeleireiros e a gente tem uma relação muito boa. Mas quando acaba é uma desgraça (risos), porque a próxima que vem não quer que eu continue a amizade com a outra. Agora eu já aviso para elas, que não é porque eles terminaram que eu vou deixar de falar com a outra, eu tenho muitas seguidoras noras.

A novela trata dessa coisa da fonte, que também tem poderes rejuvenescedores. Como você lida com isso? 

“É difícil você se ver no vídeo agora, eu nem olho. Eu estou com 63 anos de idade e eu comecei com 20, mas a única forma de ser jovem eternamente é morrer jovem, então como você não tem outra opção… Mas, eu acho que a maturidade nos dá mais calma, mais tranquilidade. Eu sempre fico pensando: ‘Meu Deus, é nesse trabalho que vão descobrir que eu não tenho trabalho nenhum’”.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio