Dadá Coelho fala sobre eliminação do Dancing Brasil: “Posso dizer que foi um alívio”

Publicado há 2 anos
Por André Júnior
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz e humorista, Dadá Coelho e seu bailarino Renato, foram os primeiros eliminados da quarta temporada do Dancing Brasil.

A dupla recebeu 18,69% dos votos e se despediram da competição.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite de ontem (03), estavam na zona de risco também Franciele e Lucas, Marcello e Thai e Nizo e Luana que se salvaram graças aos votos dos internautas.

“Eu não danço nada, mas sei que vou me dedicar bastante”, disse Dadá no programa de estreia.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, a humorista fala sobre a experiência de estar no programa de Xuxa Meneghel.

E quais serão seus próximos passos, fora da pista de dança, claro!

Leia: Dancing Brasil: Nizo Neto perde quatro quilos e trinca o ombro durante ensaios

Dancing Brasil

– Dada, participar de um reality show musical, foi prazeroso para você? Você gostou da experiência?

“Participar de um reality como o Dancing Brasil é um prazer incrível, primeiro porque a produção é incrível!

Do cenário ao figurino, eles são impecáveis.

Eu estou muito agradecida, estou honrada por participar desse trabalho pois é algo que mexe com todo o seu corpo, eu estou toda dolorida.

Até a minha axila está doendo (risos).

Drummond dizia que os ombros suportam o mundo, eu acho que ele nunca dançou na vida antes de escrever isso.

A Xuxa é incrível, o clima é muito bom e todos tínhamos um desafio muito grande pela frente.

3 dias para memorizar uma coreografia era muito difícil para mim, mas estou muito feliz!

Primeira eliminação da temporada do Dancing Brasil acontece nesta quarta-feira

Eliminada

– Ser a primeira eliminada da competição é difícil ou você acha que ser a última, seria ainda mais triste?

Ser a primeira eliminada de certa forma foi até um alívio, eu estava sofrendo com dores no corpo.

Eu tenho muitas dificuldades com dança.

Chega até ser um pouco injusto, ter alguém tão incrível como Valeria Valenssa competindo comigo, eu cresci vendo essa mulher dançar!

Eu estou fazendo acupuntura e fisioterapia, o negócio é puxado!

Posso dizer que foi um alívio, eu não iria ganhar esses 500 mil reais.

A Fazenda

– Depois do Dancing Brasil, você toparia entrar em “A Fazenda”, por exemplo?

Ou para participar de um reality como esse precisa ter humor até demais?

Eu não tenho condições psicológicas para isso, minha cabeça roda mais do que juizo de doido.

Eu iria surtar num lugar com confinamento total.

Eu não toparia por dinheiro algum, eu participei de um reality com o Claude Troisgros do GNT, o “Que Marravilha! Aula de Cozinha”.

Mas era sem confinamento.

Eu também não sabia cozinhar um ovo, mas de 13 programas eu participei de 11.

Foi mais tranquilo para mim em comparação ao Dancing Brasil.

– Você está em cartaz com as suas apresentações de comédia? Durante os ensaios estava trabalhando com o seu ofício, também?

Sim, eu estou fazendo a minha peça “Corta!” que já passou pelo Rio de Janeiro, Niterói, Bangu, Belo Horizonte e vamos estrear em São Paulo dia 20 deste mês, no Teatro Folha, Shopping Higienópolis.

Pelo amor de Dadá, anota isso aí, moço! Dia 20 de Outubro – Teatro Folha tem comédia Corta! (risos)

Projetos

– Quais são os seus projetos para esse último trimestre do ano?

Tem o “Tudo Por Um Popstar” que estreia dia 11 de Outubro, além de atuar eu participei do roteiro junto da Talita Rebouças.

Eu fiz também um roteiro para Fabiana Karla no filme “Lucicreide Vai Para Marte”, ela é maravilhosa e esse filme vai ser incrível.

Ah, tem outro projeto sensacional também – “Correndo Atrás”, eu sou uma manicure na barbearia do Tunico Pereira, filme escrito pela primeira vez por um negro no país, o Helio de La Pena e dirigido pelo Jefferson De, um negro também!

Temos o Lazaro Ramos, Airton Graça que é o protagonista e a Juliana Alves, esse filme já estreou em Nova Iorque e em várias festivais, logo mais estreará no Brasil.

Tem coisa pra caramba, né.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais