Competidora do PopStar, Mariana Rios afirma: “A música tem lugar especial na minha vida”

Publicado em 23/06/2017

Mariana Rios é uma das estrelas participantes do Popstar novo reality show da Globo, que reunirá artistas famosos numa competição de talentos musicais. A atriz e apresentadora conversou com nossa reportagem durante a coletiva de imprensa do programa.

Confira:

Mariana Rios posa de biquíni e corpo escultural impressiona

Você gosta bastante de viajar. Já tem alguma viagem planejada?

Agora eu fico até dia 10 de setembro que é o último dia do programa e depois eu vou viajar porque realmente amo viajar. Estou querendo ir para a Grécia mas vamos ver como vai ser. Eu tento tirar férias sempre antes de emendar um novo trabalho mas nem sempre é possível.

Você tem postado fotos bonitas em que aparece de biquíni. O que faz para ficar mais magra?

Sempre fui magrinha, acho que minha família tem essa estrutura. E eu como de tudo, como bem, durante a semana eu dou uma policiada no que eu vou comer, mas gosto do arroz com feijão, todos os dias tem que ter, só dou uma segurada no doce. Durante a semana tento não tomar sorvete e comer chocolate mas às vezes não dá. Eu treino muito, faço Muay Thai praticamente todo dia, gosto muito de treino funcional, musculação não muito.

Você faz algum tratamento estético ou restringe algum alimento?

Eu sou vegetariana há 3 anos. Faço drenagem linfática, massagem modeladora, e treino, só isso tudo (risos). Não me dando choque, não doendo, eu faço qualquer tratamento.

Mudaria algo em você?

Não mudaria nada, nem o cabelo. Fui loira dois meses para um trabalho mas já voltei para a minha cor natural.

Qual o segredo por ter tantos seguidores nas redes sociais?

Não sei o que acontece. Primeiro, acho que eu posto muito, cerca de duas vezes por dia e sou eu mesma que posto, não tenho uma equipe para fazer isso. Eu gosto de responder às pessoas, de falar muito no Stories como se eu tivesse mesmo conversando com as pessoas cara a cara, elas me respondem no Direct e gosto dessa proximidade. Lá eu mostro quem eu sou de verdade.

Você está com algum projeto paralelo ao programa?

Não. Meu projeto da vida é esse, o Popstar. Quero viver isso intensamente porque sonhei muito em um dia fazer parte de algo assim, e agora que aconteceu eu vou vivê-lo.

Você sente a pressão por dizerem que você é boa?

Não. Aqui todo mundo é bom! O artista não é uma coisa só, conheço tanta gente que canta muito e não consegue atingir a meta, porque não basta só isso. Tem que ter uma coisa a mais, e a única coisa que quero é poder me apresentar e fazer o que sempre quis fazer que é isso aqui, e levar a alegria para as pessoas. A música tem um lugar mais que especial na minha vida.

Quando você era repórter de bastidores do The Voice Brasil, você chegou a dizer que queria ter a oportunidade de participar como competidora. Você acredita que possa ter sido uma inspiração para criarem este novo formato em que os artistas se apresentam?

Acontece tanta coisas em nossas vidas. A gente pega uma coisinha aqui e outra ali e acaba tendo uma  ideia. Eu não sei se foi assim que aconteceu, mas seria ótimo pensar que foi este o motivo.

E como é a sua carreira musical?

Eu canto desde os 6 anos de idade. Minha primeira banda eu formei aos 9 anos, cantávamos em festas infantis, depois tive uma banda adolescente. Quando saí de Malhação em 2009, eu gravei um CD e não consegui trabalhar ele promocionalmente porque entrei na novela Araguaia logo em seguida e priorizei minha carreira de atriz por um tempo, depois me aventurei na apresentação. A gente é um pouco de cada coisa e precisamos nos preencher com propostas diferentes. Meu tempo cantando me trouxe isso hoje, essa vontade de estar aqui.

Você também compõe?

Eu componho. Meu primeiro CD foi totalmente autoral. Aqui não vou cantar nenhuma música minha, são só covers. Meu repertório no programa tem música brasileira e internacional, só piano, piano e violão, preparei 10 músicas, mas não sei até quando eu durarei na competição, então talvez eu não chegue a cantar as 10.

O que você sente quando as pessoas chegam pra você no programa e dizem “Já ganhou”?

Eu acho engraçado. É tão bom quando olham para o seu trabalho com carinho e te colocam pra cima. É muito melhor que ouvir um “já perdeu”. Acho que só vence quem trabalha, quem faz por onde, quem luta e corre atrás. Você pode ser o melhor do mundo mas se não fizer isso, as coisas não chegam de mão beijada.

*Entrevista realizada pelo jornalista André Romano.