Carol Macedo se destaca em O Tempo Não Para e afirma sobre fama e sucesso: “Não soube lidar no início”

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vivendo a Paulina de O Tempo Não Para, a atriz Carol Macedo segue colhendo os frutos dos seus trabalhos. Mais madura e contracenando com ninguém mais ninguém menos que Milton Gonçalves, Carol revela em entrevista ao Observatório da Televisão sobre os novos rumos da personagem na trama de Mario Teixeira, relação com a imprensa, amizade com Juliana Paiva e sobre seu amadurecimento na carreira e na vida pessoal. Confira:

Veja também: “Depois que me tornei pai minhas ambições se transformaram”, afirma Felipe Simas sobre desejos profissionais

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A galera se apaixonou pelo Eliseu e pela Paulina”, afirma

Você tem assistido a novela?

Sim. O ritmo de gravação é muito grande mas eu sempre arrumo um tempinho para assistir junto com o pessoal. A primeira reposta que eu tive do público foi com o amor. A galera se apaixonou pelo Eliseu e pela Paulina. Muita gente respondeu através das redes sociais sobre o carinho de pai e filha. Foi logo a primeira coisa que o pessoal gostou, essa relação dos dois.

O que você acha sobre essa história do irmão que ela não conhece e do pai que na verdade é o avô?

Ela participa da vida do pai, ele sempre está de olho em tudo, sempre pelas costas. E é muito engraçado que no primeiro dia que eu gravei, isso ainda não estava muito bem no texto. Sempre tinha um capanga atrás dela e ela não percebe isso. Eu só fui ver isso no dia que fomos gravar a primeira cena, sempre tinha um grandalhão ali. É muito louca essa história.

Carol Macedo e Milton Gonçalves em O Tempo Não Para (Divulgação)

Após parceria em Malhação – Viva a Diferença, as atrizes Carol Macedo e Talita Younan se reencontram em O Tempo Não Para

E sobre esse reencontro de  K1 e K2, dupla dinâmica de Malhação?

Novamente seremos super amigas, está muito legal, temos uma troca muito boa eu e a Talita Younan, tem cenas muito legais da gente. A diferença entre as duas personagens é que a Vera Lúcia é mais espevitada e a Paulina é mais contida. Tem essa diferença como se fosse fogo e a água.

Vocês trouxeram o público de Malhação, né?

Sim. Recebemos esse feedback muito pelo twitter, os fãs clubes meu e da Talita veio tudo para O Tempo Não Para. É muito legal!

O que vai rolar daqui para frente na história da Paulina?

Ela é uma pessoa muito justa, e acaba tendo uma feição muito grande pela família dos congelados. No começo ela desconfia, mas, mesmo acreditando ela acaba não acreditando  porque é uma história absurda, né? Mas existe um carinho muito grandes por eles e a Marocas vai ajudar muito ela também.

K1 ( Talita Younan ) e K2 ( Carol Macedo ) (Divulgação/ TV Globo)

Carol adianta rumos de Paulina, “Ela vai acabar ajudando o Dom Sabino em muitas coisas e vai acabar se prejudicando na vida pessoal”

Sua personagem é muito justa e a personagem da Talita sai um pouco disso de justiça. Ela vai ajudar muito essa menina no decorrer da trama?

Não sabemos. Eu acredito que sim. Pelo menos na questão de relacionamento ela tenta ajudar, que é o caso da Marocas. A todo momento ela deixa bem claro também que o irmão dela não é flor que se cheire. Nessa questão do trabalho ela também dá muitos conselhos para a Marocas. Ela vai tentar ajudar sim.

Existe um embate entre essa parte do Dom Sabino não deixar a Marocas trabalhar. Sua personagem vai ajudar a Marocas nessa?

Ela vai ajudar a Marocas com isso sim, ela apoia: “Vai lá trabalhar!”

Como tem sido essa relação com a Juliana Paiva?

Eu conheço ela há muito tempo, a gente nunca tinha trabalhado nem em evento. Na nossa primeira cena a gente já percebeu que ia rolar. Houve uma troca muito boa. Paulina e Marocas vão ter uma amizade muito legal e verdadeira.

“Paulina veio num momento em que eu realmente estava preparada para fazer”

Essa personagem veio no momento certo da sua vida? Qual balanço você faz da sua carreira até aqui?

Sim. Com toda certeza. Ela é uma personagem madura, e eu também estou muito mais madura. Veio num momento em que eu realmente estava preparada para fazer. É muita diferença de Passione para cá. Não só na minha vida profissional como a pessoal, o amadurecimento é muito maior.

Carol Macedo (Divulgação/ TV Globo)

Você cresceu nos holofotes. Existiu um tempo em que a imprensa falava mais da sua vida pessoal que do seu trabalho. Você se arrepende de alguma coisa?

Não me arrependo de nada. Mas, acho que eu poderia ter levado algumas coisas de uma outra forma. Eu comecei a trabalhar muito novinha, eu não sabia lidar muito bem, minha mãe me acompanhava, mas eu não tinha um empresário, um assessor, minha mãe não entendia nada.

“Eu poderia ter sido mais cuidadosa”, revela Carol sobre relação com a imprensa no passado

Eu acho que eu poderia ter lidado de uma forma diferente, mas, o que foi já se foi. Eu sempre tive uma troca muito boa com a imprensa, poderia ter sido mais cuidadosa e mais direta sobre a vida pessoal. O medo me atrapalhou. Eu poderia ter sido mais verdadeira porque eu não estava fazendo nada de errado, mas, acho que a falta de um assessor por trás poderia ter me dado uma base melhor.

Sua relação com Fábio Assunção pesou em alguma coisa do passado?

Não. Eu já tinha 22 anos nessa época. digo isso mais por conta de Passione e Fina Estampa, que eram personagens tinham apelo sexual e era um momento em que eu fiquei mais exposta na questão da minha vida pessoal. Era um momento em que eu estava com 18 anos, eu queria viver a minha fase jovem, e foi um momento em que eu poderia ter agido de uma outra forma.

Você mudou sua percepção de fama e sucesso?

Muito. De Fina Estampa para Em Família eu fiquei um tempo sem fazer TV, que eu fiz teatro. Esse momento foi quando eu amadureci, eu fiquei solteira e mais longe da minha mãe, longe da TV. Nessa época foi quando eu mais amadureci. Quando eu fiz Em Família, a personagem era nova e já tinha uma filha, quando eu vejo fotos e entrevistas daquela época, vejo que há muita diferença.

“Em Malhação eu estava muito mais madura”

Você acha que a imprensa de prejudicou em alguma coisa na época da sua relação com o Fábio Assunção?

A gente sempre quer mostrar o nosso trabalho. É normal que a imprensa fique curiosa para saber da sua vida pessoal, mas, você sempre quer mostrar mais o seu trabalho. Você fala da sua vida do jeito que você acha que deve falar ou mostrar. Em Malhação eu vim mais focada, estudei muito, me dediquei muito, mas eu estava muito mais madura.

Hoje eu vejo que ninguém tem esconder nada da sua vida. Você pode falar sobre o que você quiser falar, você pode viver sem medos. As redes sociais estão ai para isso, você coloca seu dia a dia na rede social, aquilo é a sua verdade e você pode escolher o que quer falar.

Como tem sido contracenar com Milton Gonçalves?

Ele é uma pessoa maravilhosa, é um dos atores que eu quero seguir e ser igual  nessa questões de comportamento. A postura que ele tem, ele é parceiro, se preocupa e existe uma troca. Ele não nos deixa com medo, está sendo incrível, é carinhoso e lembra muito o meu pai. Eu vejo muito essa coisa de pai nele.

Você está muito em forma, você faz dieta?

Eu sou magra de ruim, apenas me alimento bem, é um costume. Eu sou vaidosa, gosto de tratar da pele e cuidar do cabelo. Não tenho uma dieta básica.

Você gosta de fazer algo dentro de casa?

Amo limpar a casa. Chego a fazer stories limpando a casa. Às vezes eu prefiro fazer tudo sozinha que pedir ajuda, simplesmente porque eu acho que faço melhor.

***Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais