Atriz Camilla Camargo comemora consolidação da carreira: “O teatro foi onde fiz minha base”

Publicado há 3 anos
Por André Júnior
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De uma família de músicos conhecidos nacionalmente, a atriz Camilla Camargo não deixou de seguir carreira artística, mas foi por outro caminho. Ela, que é irmã de Wanessa Camargo, e filha de Zezé Di Camargo, já acumula trabalhos no teatro e na televisão. De acordo com ela, já são mais de 20 peças e há mais projetos sendo desenvolvidos.

É o que ela conta em entrevista exclusiva ao Observatório da Televisão, a atriz Camilla Camargo comparou o trabalho nos palcos com o da tv. Contou com foi a experiência de atuar na novela Carinha de Anjo, do SBT, que inclusive lhe levou a responder uma pergunta sobre maternidade. A atriz também falou da exposição que a trama, que ficou no ar por dois anos, lhe deu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Saiba como eram os bastidores do Partiu Shopping de Tom Cavalcante

Confira a entrevista com a atriz Camilla Camargo

Camilla Camargo  você possui uma carreira ainda mais sólida quando o assunto é o teatro, certo? Em quantas peças você já atuou?
O teatro foi onde fiz minha base, onde atuei mais tempo, então diria sim que é sim onde tenho maior familiaridade até então! São mais de 20 peças!

Qual é a principal diferença entre a TV e teatro na sua opinião?
Artisticamente falando existem muito diferenças, na amplitude dos seus movimentos, na impostação de voz. Se formos considerar público, no teatro você tem aquela reação imediata e contato direto e instantâneo com o público, já tem ideia do que funciona, é bem recebido…. Na TV não. Por outro lado, na televisão seu trabalho pode ser visto por um número maior número de pessoas, e esse alcance traz mais reconhecimento.

Carinha de Anjo

Carinha de Anjo foi a sua segunda novelo no SBT, você considera essa obra infantil como um divisor de águas em sua carreira? Foi ela que de fato lançou o seu nome pro grande público?
Acredito que sim! Por ter sido uma novela muito longa (2 anos) acabou que o alcance com certeza foi muito maior do que das outras novelas que fiz, pelo menos é isso o que tenho sentido e recebido de resposta do público.

A personagem Diana, que era uma mãezona na obra “Carinha de Anjo” não te despertou uma vontade de ser mãe?
Sempre gostei de crianças. Nos bastidores me chamavam até de ‘mãe’ (risos). Sempre tive vontade, mas acredito que tudo tem a sua hora e não coloco ansiedade em cima disso, tudo no tempo de Deus.

Esta foi a sua primeira produção infantil? Você gostou de trabalhar para esse público?
Antes da novela fiz alguns trabalhos infantojuvenis, principalmente no teatro. Quem me conhece sabe que amo crianças. Foi maravilhoso trabalhar para esse público.

Após Carinha de Anjo quais são seus projetos? O que você almeja realizar no momento?
Comecei a produzir agora uma com a Nany People que se tudo der certo deve estrear no segundo semestre. Fora isso tem outros projetos também, mas ainda no papel.

A família

Seu pai, Zezé di Camargo sempre te apoiou na carreira de atriz? Ele chegou a visita-lá nos bastidores de gravação da novela Carinho de Anjo, não é verdade?
Tanto meu pai como minha mãe sempre me deram muito incentivo para que eu fizesse o que amava, nunca existiu qualquer tipo de pressão para seguir por caminho A ou B. Quanto a visita nos bastidores ele fez sim!!

Você é única filha do do casal Zezé e Zilu que não faz parte do meio musical? Nunca se arriscou no palco ou pretende investir um dia ou de fato você é a atriz nata da família?
Sou apaixonada por música porém nunca cogitei seguir carreira como cantora. Costumo dizer que em uma família cheia de músicos é bom ter alguém que atua pra dar uma equilibrada (risos). Profissionalmente, encaro o canto como complemento, sempre brinquei que sou uma atriz que canta e não cantora que atua!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio