Após 12 anos atriz Rafaela Mandelli volta para a Globo e afirma: “Tudo o que eu fiz fora da Globo contribuiu para a minha volta”

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rafaela Mandelli marca seu retorno para a Rede Globo na próxima novela das sete, O Tempo Não Para, após 12 anos de sua ida para a Record TV onde participou da trilogia de Os Mutantes e outras produções. Ela dará vida à Drª Hellen, uma psicóloga da clínica científica comandada pela personagem de Eva Wilma.

Rafaela também marcou os últimos anos de sua carreira na série O Negócio do canal HBO na pele da protagonista da história, Joana Segall. Em entrevista ao Observatório da Televisão, a relembra sua trajetória, fala das experiências fora da Globo, retorno para a emissora e personagens marcantes. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Personagem da atriz Olívia Araújo viverá grande história em O Tempo Não Para: “Vamos debater questões históricas”

Como você enxerga este meio onde existem atores de apenas uma emissora e atores do mercado num geral?

O mercado está se abrindo, e tem espaço para todo mundo, as oportunidades estão ai. Sobre essa volta, não sei te dizer porque não aconteceu antes, mas, aconteceu no momento certo. Eu nunca perdi contatos de amigos e eu transitei muito bem por onde eu passei, tenho muito carinho e respeito, sou muito profissional. Eu preservo muito a Globo como eu preservo outros veículos em que estive.

“Ela é mais coração”, revela Rafaela Mandelli sobre sua personagem em O Tempo Não Para

Nos conte um pouco sobre a sua personagem em O Tempo Não Para?

É a Drª Hellen, é a psiquiatra do laboratório da Eva Wilma. Está sendo maravilhoso trabalhar em O Tempo Não Para, estou contracenando com ela todos os dias, é maravilhosa, e ela é o contraponto da Drª Petra. Ela é mais humana. Todos convivem com os congelados, a Drª Petra é mais a razão e cientifica, e a Hellen é mais da compreensão. Tem um gancho muito bom, ela protege e ajuda.

Você foi estudar sobre este universo futurista? como foi a construção?

Eu fiz laboratório da Globo e eu faço psicanálise faz tempo, então eu andei dando umas conversadas boas. Claro que, uma novela das sete é uma novela leve, mas, a gente tem a obrigação de informar o público corretamente.

Você parou para pensar sobre essa viagem no tempo?

Eu achei maravilhoso, a gente não sabe o que vai acontecer amanhã. A ciência está avançando tanto, o que é ficção pra gente amanhã pode não ser mais ficção, pode ser realidade. Não sabemos como vai estar daqui a cem anos. E além de ser divertida e leve a novela tem tudo para dar certo, tem um elenco, texto e direção maravilhosa.

A atriz fala sobre as experiências na Record TV durante os últimos anos e filmes que participou e entrarão em cartaz ainda este ano

Fazia quanto tempo que você estava fora da Rede Globo?

Estou voltado após doze anos, minha ultima novela foi a minissérie JK e Cobras & Lagartos. Na Record TV minha última novela foi A Terra Prometida e uma série de terror do Fernando Coimbra que ainda não foi para o ar. Também tenho dois filmes para estrear, um longa do Vicente Amorim que também vai virar série no Multishow, a gente filmou o longa e a série juntas, e o outro é o filme A Divisão que foi feito com o AfroReggae, sobre a história de sequestros nos anos 90.

Tenho um longa que eu também tenho o maior carinho que é um longa com direção do  Alvarenga, eu faço a Maria, que é a protagonista. Foi um trabalho diferente de tudo o que eu já fiz, acho que as pessoas vão me ver diferente depois desse filme, foi muito intenso, é uma personagem complexa, ela é bipolar e despida de vaidade.

Sobre sua volta a Rede Globo ela afirma que tudo muda naturalmente e que ela encontrou a emissora de uma outra forma

Você abriu um leque maior. E preferiu não estar presa em um contrato fixo com uma empresa, você mudou de emissora, fez cinema e teatro. Como você reencontra a Globo?

Nunca encontraria a Globo da mesma forma, a empresa evoluiu assim como eu acho que também evoluí como pessoa. O tempo passa e tudo muda. Essa volta realmente está sendo muito importante pra mim, é onde eu comecei. Eu tive a oportunidade de transitar por vários outros veículos. Mudamos pra melhor.

Antes existia a história de que quem fosse pra Record não voltava pra Globo. Você acha que o fato de você também ter estado na HBO, que é uma vitrine respeitada, também pesou para que você pudesse transitar bem entre esses veículos?

Eu acho que o fato de você se submeter à um contrato não é uma coisa ruim. Eu acho que a vida vai te levando para caminhos diferentes, e cada um tem o seu, o meu caminho profissional foi neste movimento e acho que tudo que eu fiz fora da Globo também contribuiu para a minha vota.

Tenho orgulho das coisas que eu fiz na Globo e fora dela. Todos os meus trabalhos me trouxeram bagagem e maturidade. São importantíssimos para mim. A HBO foi um divisor de águas na minha carreira, fazer um personagem durante quatro anos com uma trajetória de início, meio e fim. Fechamos com chave de ouro, entreguei a personagem com sensação de missão cumprida.

Rafaela Mandelli participou de uma das séries de maior sucesso da HBO, O Negócio

O Negócio passou em mais de 50 países. Recebi propostas de fora, mas, não era uma coisa que eu poderia fazer. Tem muita gente de fora que me acompanha e ter podido levar meu trabalho para tanto lugares é um prazer. Foi linda. Foi uma série muito bem feita. Se ela chegou até esse lugar era porque ela tinha potencial pra isso.

Você saiu de um trabalho denso como O Negócio para fazer uma novela leve e com bastante humor como O Tempo Não Para. Como foi?

Isso que eu acho muito legal.  Sair dessa série e cair numa novela das sete, que eu fui convidada pra fazer, é uma novela leve e divertida, eu fiquei muito feliz. É um contraponto. Meu desafio é conseguir entrar nesse lugar da leveza.

Sua personagem se envolve com o personagem do Bruno Montaleone?

Eu não sabia que vocês sabiam disso. Eu não sei como vai ser o desenrolar disso. Provavelmente vai ser uma situação engraçada.

A atriz relembra seu início de carreira na televisão através de Malhação

Você ainda é lembrada pela Nada de Malhação ?

Sim. Eu tenho o maior orgulho deste trabalho porque foi onde eu comecei e ele reverbera até hoje, eu só agradeço. Eu fico impressionada porque a Nanda chegou para muita gente. Foi um momento da vida muito legal, todos muito jovens, conhecendo o que era televisão. Foi um mundo novo que se abriu, foram cinco anos.

“Eu amo fazer novelas”, afirma Rafaela Mandelli

Voltar para as novelas da Globo após doze anos, qual a sensação?

Eu amo muito fazer novelas.  Acho maravilhoso, eu aprendo muito fazendo novela. Gosto muito de como tudo funciona, dessa coisa da história mudar de acordo com o que o público espera. Eu acho difícil fazer novela, é um exercício de verdade para que a história chegue até os telespectadores. Gosto muito do formato de série e me identifico muito com o cinema, então, se eu puder fazer de tudo, está maravilhoso.

**Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio