Aguinaldo Silva fala sobre a trama de O Sétimo Guardião: “É uma história que tem momentos de grande tensão”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os trabalhos para a estreia de O Sétimo Guardião no próximo dia 12 de novembro, estão a todo vapor. A nova novela das nove da TV Globo, marca a volta de Aguinaldo Silva ao realismo mágico. Com Marina Ruy BarbosaBruno Gagliasso, Lilia Cabral, Antônio Calloni e grande elenco, a trama tem direção artística de Rogério Gomes. O Sétimo Guardião vai mostrar que alguns lugares guardam grandes histórias e muitos mistérios escondidos. Resta saber até quando cada um é capaz de guardar um segredo. Em entrevista a jornalistas, Aguinaldo falou que o público pode esperar bom humor e alegria assistindo à trama. Confira:

Leia também: Conheça Egídio Arantes, o principal guardião da fonte

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nessa novela você faz referências a outras obras suas. Por que você resolveu fazer isso? 

Na verdade, eu tenho um universo ficcional dentro do qual eu transito. Então a princípio, talvez eu seja um dos poucos autores que quando você vê o primeiro capítulo, você sabe de quem é a novela. Minhas novelas têm sempre o mesmo espirito, tanto as urbanas como as do realismo fantástico. Porém, nessas eu posso ir mais longe. Eu posso trazer personagens das outras tramas, como a volta do Ypiranga e da Scarlet e a cidade de Greenville que era de A Indomada. É a cidade os moradores de Serro Azul vão de vez em quando. Eu trago um universo muito pessoal, muito meu, então por isso as pessoas reconhecem a minha novela.

O que esperar

O que o público pode esperar de O Sétimo Guardião? 

Muita alegria e muito bom humor. É uma história que tem momentos de grande tensão, mas ela tem uma pegada bem-humorada. Eu acho que as pessoas estão cansadas do peso da vida real e elas tem que ter uma maneira de escapar disso que é a novela.  

Você começa a novela já com muita coisa pela frente ou você prefere esperar para ver o desempenho dos personagens? 

Não, eu já tenho 84 capítulos escritos. Mas claro, eu só entreguei 42 para a produção. 

O que a gente pode esperar do personagem da Marina Ruy Barbosa? 

Tem uma coisa muito interessante nesse personagem da Marina, é que ela deixa de ser uma garota e enfim se torna mulher. Até aqui ela sempre interpretou meninas, mas agora no decorrer da novela, ela se torna mulher.  

Passando conhecimentos

A gente vê que você faz um trabalho com renovação e lançando pessoas. Como é isso? 

Primeiro porque eu acho que eu me preocupo muito com essa coisa da atuação, não só no trabalho, mas também na vida. Eu acho que por exemplo, atuar politicamente não faz sentido. Porque fazer política, é você passar conhecimento para as pessoas. Eu já escrevi 14 novelas, então eu tenho uma experiência que não pode morrer comigo. Se eu puder passar isso para novos roteiristas eu vou passar.  

Você é um autor consagrado e não precisaria fazer isso, não é? 

Não precisaria. Mas na verdade, eu falo por quatro horas por dia, durante dez dias e perco a voz, no final eu não consigo falar. Mas eu fico muito feliz quando eu vejo que naquele grupo de pessoas, tem algumas que se tornarão grandes roteiristas.

Alunos

Você está inclusive exportando ‘valores’ para outros trabalhos e outras emissoras, certo? 

Eu já tive cem alunos no total, desses cem pelo menos uns 20 ou 30 já foram encaminhados. 

Como é que você vê as novelas hoje e qual você acha que é o futuro das telenovelas? 

Olha, eu acho que as novelas e a televisão vão mudar, em função dessa constante renovação dos meios de comunicação. Eu acho que a novela vai se transformar em uma coisa mais dinâmica, com menos capítulos, menos personagens. Algo que vai se aproximar muito dos seriados. O único problema é que o Brasil mantém uma tradição, a novela é muito forte. Eu não creio que a novela acabe, mas ela vai mudar. Na verdade, as minhas novelas eu já estou fazendo como se fosse temporadas, eu marco acontecimentos que provocam viradas na história.

Audiência

Sua novela vai pegar o período de fim de ano e carnaval, como é que você está vendo isso? 

A Senhora do Destino, que é a minha novela que tem a maior audiência, pegou eleições municipais, natal, ano novo, carnaval e sempre manteve a audiência. Se a novela é boa, nada abala a audiência.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio