Agnese em O Tempo não Para, Beatriz Campos comemora papel: “Fazer a vilã é muito divertido”

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela começou meio tímida, apenas como a governanta do empresário Amadeu (Luís Fernando Guimarães), mas com o tempo foi ganhando espaço na novela O Tempo não Para. Agnese, personagem de Beatriz Campos na trama, virou cúmplice da vilã Betina (Cleo) e conseguiu um emprego na mansão dos Sabino Machado.

Todavia, tudo fazia parte de um plano para ela ficar mais próxima de Marocas (Juliana Paiva) e começar a envenená-la. Porém, a maldade não durou muito tempo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Assim sendo, Agnese foi desmascarada e presa. Nos próximos capítulos da novela das sete, ela se despede da trama, com uma trágica morte causada por Betina.

Todavia, tudo isso é novo e muito comemorado por sua intérprete. Em entrevista exclusiva ao Observatório da Televisão, Beatriz Campos falou tudo sobre O Tempo não Para, o convite para atuar na trama, o papel em Tempo de Amar e os planos futuros.

Agnese (Beatriz Campos) em O Tempo Não Para (Reprodução/TV Globo).

Beatriz Campos fala sobre Agnese

Confira a entrevista com Beatriz Campos, a Agnese de O Tempo não Para.

Como foi o convite para a novela O Tempo não Para?

Beatriz: Eu tinha acabado de fazer Tempo de Amar quando recebi uma ligação da produtora de elenco dizendo que o Mario Teixeira (o autor) estava me convidando pra fazer O Tempo não Para. Ele gostou da minha Leonor e acabou me chamando pra fazer a Agnese. Foi uma linda surpresa e um belo presente. Fiquei imensamente feliz.

Agnese tem alguma semelhança com Leonor, de Tempo de Amar?

Beatriz: Tanto Agnese quanto Leonor são meio parecidas na maneira de ser. As duas são recatadas, caladas e misteriosas. Mas a Agnese sinto que tem uma ponta de maldade que a Leonor não tinha. A Leonor foi levada pelo sentimento que tinha pelo Gregorio e pela oportunidade, pela ambição. Já a Agnese se motiva pela vingança, acredito eu. Ela foi maltratada por anos pelo Amadeu e acabou se metendo nisso tudo quando se envolveu com o Emílio. Mas no fundo acho que ela tava começando a gostar desse poder que ela achou que tinha. A Leonor não seria capaz de matar alguém. A Agnese já provou que seria. Mas cá entre nós, nenhuma das duas valem o feijão que comem… rs

Vida de vilã

Como é interpretar uma vilã na novela? 

Beatriz: Engraçado porque eu trabalhei muito tempo com teatro infantil nos últimos anos e sempre fazia a princesa, a mocinha. Eu adorava. Um dia tive que fazer minha primeira bruxa e quase morri. Foi uma tragédia. Eu tinha dó de assustar as crianças e minha vilã ficou fraca. Depois fui tentar mais uma vez e pra minha surpresa eu AMEI fazer a vilã. Só que deu um problema porque as crianças começaram a torcer pra bruxa e ninguém queria ajudar a soltar a mocinha (risos). Então eu percebi que fazer a vilã é muito divertido. Peguei gosto. Até porque pro ator é uma delícia fazer papéis que se distanciam de nós mesmos e da nossa realidade. E o vilão acaba tendo uma força grande na trama. Eu estou muito grata pela oportunidade que o Alcides me deu, me abrindo as portas com a Leonor e com a confiança que o Mario depositou em mim quando me deu a Agnese.

Trabalho com veteranos

Como é trabalhar com Luís Fernando Guimarães e Cleo?

Beatriz: Eu tive muita sorte em ambas as novelas. Toda a equipe me recebeu muito bem. E com o Luís não foi diferente. Eu estava receosa por ele ser essa lenda da TV. Achei que seria uma relação distante. E já no primeiro dia de gravação nos conectamos. Ele é um ser cheio de luz. Divertido, generoso, humilde… é uma delícia trabalhar com ele. Eu aprendo demais vendo a maestria com que ele interpreta e atua. E não foi diferente com a Cleo. Também de cara tivemos uma sintonia boa. Ela é intensa na interpretação e isso resulta em um linda troca. Fora que ela é uma pessoa muito doce ,atenciosa, cuidadosa. Seguramente quero levar a Cleo pra vida. Uma amizade que quero cultivar porque pessoas como ela são raras. Aliás ali tem muita gente maravilhosa que ganhei a chance de conhecer.

Qual será o final da vilã Betina (Cleo)?

Beatriz: Olha eu queria muito que a Betina se arrependesse de tudo, pedisse perdão e virasse boa moça de verdade. Mas acho bem difícil ela se arrepender. Ela é muito má e gente assim sempre acaba mal nas novelas. Acredito que ela pare num manicômio. E digo mais: com alguém servindo chá envenenando pra ela todos os dias… Nada pessoal não tá?

Morte de Agnese

Como recebeu a notícia da morte da Agnese?

Beatriz: Voltando à Agnese, não sabia que ela morreria não. Ainda mais dessa forma. Achei que ela ia desistir de matar a Marocas e que acabaria arrependida. Mas como meu tino pra escritora de novelas é muito primitivo, passei longe…rs. Mas achei interessante essa coisa de morrer. Traz uma sensação estranha, um certo incômodo que faz bem, pela virada dramática. Acaba sendo um fato de bastante relevância. Eu brinco que pelo menos a Agnese agora não morre como indigente, pois todos na novela agora sabem quem ela é (risos).

Agnese (Beatriz Campos) em O Tempo Não Para (Reprodução).

Você acha que a novela perdeu o ritmo com o tempo? 

Beatriz: Pra ser sincera, não entendo muito de ritmo de novelas porque essa é só a segunda que eu faço, mas acredito que deva acontecer muitas coisas ao longo do percurso da escrita. Como é uma obra aberta imagino que o autor vá se guiando pela resposta do público. Eu não senti essa barriga lá de dentro não, até porque, como minha personagem teve um bom crescimento, eu passei a gravar com muita frequência, todos os dias da semana, por um período. Então não tinha como perceber nada, se houvesse. Mas acredito que a novela seja sucesso e que esteja divertindo muita gente. Pelo menos nós fazemos nosso trabalho com muito amor pra que isso chegue até os telespectadores.

Planos futuros

Quais são seus planos após O Tempo não Para?

Beatriz: Acabando a novela meus planos são sentar e chorar….rs. Vou sentir muita saudade de todos. Mas como diria Dom Sabino: avante! Tenho um projeto de uma peça de teatro que estamos torcendo pra sair no ano que vem. É um texto incrível do Alcides Nogueira que se chama “A ponte e a água de piscina” e traz no elenco a diva Françoise Forton, eu e Jarbas Albuquerque. Estamos na fase de captação mas na esperança de que consigamos em breve. Fora isso espero ser chamada pra mais trabalhos na TV. Amei atuar nas telinhas e gostaria de consolidar minha carreira la dentro. Ou quem sabe realizar meu sonho de atuar num longa. Cinema sempre foi um desafio que quero encarar. De qualquer forma estarei feliz. Acredito que a vida sempre nos reserva algo melhor do que aquilo que imaginamos. É só aceitarmos e vivermos!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio