Publicidade

Simone e Simaria, novas técnicas do The Voice Kids, opinam sobre o programa: “Experiência linda que estamos vivendo”

Publicidade

Simone e Simaria são as novas técnicas do The Voice Kids, que estreia na Globo em Janeiro de 2018. Felizes com a nova empreitada, as cantoras sertanejas conversaram com nossa reportagem para contar detalhes sobre o programa, sua interação com os colegas e anunciar novos projetos musicais.

Leia também: “Ficamos com a sensibilidade em evidência”, diz Claudia Leitte sobre o The Voice Kids

Como vocês encararam esse convite?

Continua depois da publicidade

Simone: Gostaria de enfatizar que participar desse programa, é uma experiência linda que estamos vivendo, estamos felizes com esse convite. Somos mães, e meu filho me ensina todo dia a ser melhor. O que quero passar nesse programa é a mesma diversão que nós já passamos para o nosso público adulto, e claro, num programa de criança, vamos saber nos portar. Todo o amor que dou ao meu filho, quero dar a estas crianças, estes talentos. Além disso, nós um dia fomos crianças e lutamos para mostrar ao mundo nosso talento. Daremos nosso melhor, e temos certeza que se estamos aqui, é pelo nosso esforço.

Simaria: “A gente recebe toda semana vídeos de crianças cantando, então, sabemos que a criançada é apaixonada pelo nosso trabalho também. Quem conhece Simone e Simaria de verdade sabem que o que falamos em nossas brincadeiras são garobas, brincadeiras. Nós temos filhos, então, quando olho para essas crianças aqui, vejo a Giovana e vejo o Pavel, que quando eu tenho que conversar com eles, preciso ter uma postura diferente, olhar nos olhinhos deles e conversar com muita delicadeza. Brown é um pai, ele está ensinando muito para a gente. Ele passa positividade, energia pura, inteligência. Quando falamos, falamos na linguagem do povo por exemplo: ‘O grave está alto, o agudo não veio’, o Brow já chega dizendo: ‘Ele é barítono, fulano é soprano’, e a gente diz: ‘Brown, me ajuda’. É isso.

Como está sendo a preparação para essa maratona de gravações?

Simone: Eu queria estar bem para estar nesse programa, queria usar um número a menos. A Claudia (Leitte) me chamou para ir malhar ontem, mas não tive condições, porque a gravação acabou, e eu estava muito cansada.

O Público se identifica com vocês, né?

Simone: Simaria e eu somos felizes, porque podemos ser nós mesmas, e somos dessa forma, em casa, no trabalho, e o brasileiro se identifica com a verdade.

Em relação ao sucesso. Em março de 2000, vocês participaram do ‘Domingão do Faustão’,  aqui na Globo, com o Frank Aguiar, e hoje estão aqui no ‘The Voice Kids’, um programa com uma repercussão imensa. O que vocês sentiram ao receber o convite?

Simaria: Vocês não fazem ideia como foi receber a notícia que nós tínhamos sido escaladas para participar do programa. Ficamos sem chão, e tão emocionadas que só conseguíamos dizer: ‘Obrigada meu Deus’. As pessoas não sabem o que a gente passa para chegar até aqui, acham que é tudo muito rápido, mas comecei a cantar com 7 anos de idade, Simone, um pouco depois, e passei pelo Frank Aguiar por 7 anos. Lembro que fazíamos 30 shows por mês com ele, e mal pisávamos em casa. Me lembro que eu chegava dos shows, e ia direto para a escola, porque eu queria terminar o segundo grau. Eu desmaiei 3 vezes num ano,  porque o cansaço era tão violento que meu corpo não aguentava. Minha mãe ficava desesperada, mas eu dizia: ‘Preciso concluir o segundo grau, porque se eu não conseguir cantar, eu vou fazer faculdade, vou ser alguma coisa na vida’. Eu chegava na escola dormindo e a professora dizia: ‘Vai embora porque não aguento ver você  assim’. Foi muita luta.

Simone & Simaria no The Voice Kids (Divulgação/ TV Globo)

E essa força vem do pai de vocês, não é?

Simaria: Do nosso pai e da nossa mãe. Eles que levavam a gente para todos os shows de calouros que participávamos. Minha mãe lavava roupa pra fora, e o pouquinho de dinheiro que ela e meu tinham, iam lá compravam tecido e mandavam a costureira fazer nossa roupa. Toda vez que lembro disso eu choro, porque lembro que meu pai tinha uma única camisa, e um sapato, e era sempre o mesmo.

Simone: Eu falava para ele: ‘Um dia vou ter condições de lhe dar uma coisa melhor’, mas Deus o levou (emocionada).

Com tantos sonhos que vocês realizaram, tem algo que ainda vocês queiram realizar?

Simaria: A gente deixa Deus conduzir nossa vida, e procuramos fazer nosso melhor, sermos pessoas do bem, de degrau em degrau vamos mostrar o nosso talento, nossa voz, mas sem subir em cima de ninguém.”

Simone:  O que acho mais bonito em nós duas é isso, que temos o pé no chão. A gente sabe exatamente de onde viemos, e que cada pessoa é importante e tem coisas incríveis a nos oferecer.

Simaria, sua garganta como está?

Simara: “Graças a Deus estou melhor, tomando remédio, mas já estou fazendo show. Estou mais forte que pirâmide do Egito, até coloquei isso no meu Instagram.”

Como está sendo conciliar a rotina de gravações do programa com os shows?

Simone: Quando acabar a gravação de hoje, vamos para o primeiro show em Minas Gerais. As gravações são cansativas, mas colocamos a peruca de Sansão e seguimos.

Vocês precisam tomar cuidado para não desmaiarem…

Simaria: Eu estou comendo igual um leão, estou bem.

O que vocês têm planejado para 2018?

Simaria: Tem coisas novas vindo por aí amiga, voc”ê vai amar. Vão ter duas músicas babado que vocês vão pirar. Simone e Simaria com Alok, e Simone e Simaria com MC Kevinho. A nossa meta é fazer vocês felizes. E a mulherada vai tirar uma onda.

Simone: Imagina aquela belezura de DJ, que é o Alok, e as coleguinhas aqui, hein? Babado forte!

Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade