Terceira temporada de O Método Kominsky segue na melhor idade

Série com o setentão Michael Douglas mostra como o talento dos mais velhos faz falta nas produções

Publicado em 1/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nunca é tarde pra nada nesta vida, muito menos para conferir uma série como O Método Kominsky, agora que chegou sua terceira temporada à Netflix. E ela continua à altura das anteriores.

Desde a primeira leva de episódios em 2018, a grande força da história é sua mescla de elencos, o jovem e o veterano, com destaque absoluto para este último. O septuagenário Michael Douglas, muito confortável no papel, vive Sandy Kominsky, um charmoso professor de atores que almejam ser astros em Hollywood. Na própria escola, ele adota o método de ensino que leva seu sobrenome.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seu melhor amigo é o milionário empresário Norman Newlander (vivido magistralmente por Alan Arkin), com quem trava desde a primeira temporada diálogos maravilhosos que nos fazem pensar na velhice como um estágio adiantado de nossa adolescência – sem os dramas existenciais da primeira, mas quando amigos tratam com bom humor de temas como incontinência urinária a desejo sexual.

O velho e o bar

As cenas em que ambos vão ao bar preferido, onde desde a primeira temporada de O Método Kominsky são servidos por um garçom tão ou mais velho do que eles, são sensacionais. Para quem acompanhou desde 2018, que alegria não é ver o mesmo garçom Alex (o ator Ramon Hilario) prosseguindo até a terceira temporada, filmada ainda durante a pandemia nos EUA?

As mulheres vêm e vão na vida do charmoso professor de bela cabeleira grisalha que, no entanto, se depara com a filha (Sarah Baker) envolvida  com um homem (Paul Reiser) quase da idade do pai. O amigo milionário atravessa os episódios tentando lidar com a filha (Lisa Edelstein), ex-viciada em eterno processo de reabilitação e, posteriormente, também com o neto esquisito (Haley Joel Osment), seguidor da cientologia essa crença que atrai tantos astros hollywoodianos.

Detalhes como esse permeiam todos os capítulos de O Método Kominsky e o espectador bem atento pesca muitas referências sempre dispostas numa trama criada por Chuck Lorre, que é mesmo um presente feito sob medida para o filho de Kirk Douglas (1916-2020).

A alternância de diretores dos episódios ao longo das temporadas também dá um frescor e dinâmicas diferentes a cada um deles, sempre alternados entre as tiradas cômicas e os dramas diários de quem envelhece com jovens e velhos no seu entorno.   

Nesta terceira temporada da produção original da Netflix, que já foi anunciada como a última, o amigo Norman não está mais entre nós. E sua ausência acaba por tumultuar a vida de Sandy, pois coube a ele administrar o espólio milionário e cuidar para que os herdeiros não torrem a fortuna.

Kathleen Turner e Morgan Freeman são algumas das celebridades presentes; ele no papel dele mesmo numa ponta mais que especial, e ela como personagem fixa, em presença mais marcante do que na temporada anterior, quando teve apenas algumas cenas.

Há também uma participação do diretor e produtor Barry Levinson (de Rain Man e Bom Dia, Vietnã), no papel dele mesmo. Na primeira e segunda temporada, nomes como Danny de Vito, Jay Leno e Bob Odenkirk (de Better Call Saul) também apareceram como convidados.

Os Experientes

Em tempo: assistindo a este O Método Kominsky me veio à lembrança o excelente Os Experientes, produção da O2 Filmes, com direção de Fernando Meirelles e Quico Meirelles para a TV Globo exibida em 2015. Foram apenas quatro histórias escritas por Antonio Prata e Marcio Alemão Delgado sobre envelhecimento e descobrimento, com atores do seguinte naipe: Beatriz Segall (1926-2018), Selma Egrei, Joana Fomm, Juca de Oliveira, Wilson das Neves (1936-2017), Goulart de Andrade (1933-2016) e Germano Mathias. Aproveite que está no Globoplay e, se tiver, veja!

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de sua autora e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio