Sucesso da década passada, Celebridade não empolga em reprise

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Celebridade, novela exibida entre 2003 e 2004 na faixa das 21 horas da Globo, e que atualmente é reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo, já está sendo picotada para sair do ar até junho. A trama de Gilberto Braga, uma das mais pedidas para o horário, não atendeu às expectativas de audiência da emissora e derrubou os índices da faixa vespertina, que marcou bons números com o repeteco de Senhora do Destino, trama que a antecedeu.

Um dos maiores sucessos da década passada, Celebridade empolgou a plateia da época ao narrar a história de Maria Clara Diniz (Malu Mader), uma bem-sucedida produtora musical que se tornou famosa como modelo, quando ganhou notoriedade ao ser a musa inspiradora de uma canção que correu o mundo. A origem obscura desta canção, Musa do Verão, envolve a vilã Laura Prudente da Costa (Claudia Abreu), numa trama que vai se revelando aos poucos. Intrigas, jogos de poder e a inveja que cerca o mundo dos famosos são algumas das temáticas propostas por Gilberto Braga, nesta novela que marcou seu retorno ao horário nobre após quase dez anos afastado, desde Pátria Minha (1994).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Globo escolhe novela de grande sucesso para o Vale a Pena Ver de Novo; veja qual

Na época de sua exibição, Celebridade registrou bons índices de audiência e alcançou ampla repercussão, sobretudo em razão da vilã Laura, tipo que marcou a carreira de Claudia Abreu. Renato Mendes (Fabio Assunção), o mau-caráter editor de uma revista de celebridades, a Fama, foi outro personagem marcante. No entanto, o sucesso não se repetiu nesta nova exibição, ocorrida 15 anos depois. Um dos motivos para a baixa repercussão da história pode ser o fato de a trama parecer datada nos dias de hoje. Uma história sobre famosos centrada numa revista poderosa fazia sentido em 2003, mas, atualmente, este contexto se modificou em razão das redes sociais, que acabou mudando a maneira de como uma celebridade se comunica com seu fã.

Mas, provavelmente, o principal motivo para o insucesso pode estar ligado ao público que a Globo formou para o Vale a Pena Ver de Novo nos últimos anos. Com a classificação indicativa impedindo que tramas voltadas para maiores de 12 anos fossem ao ar de tarde, a emissora usou e abusou de novelas das sete e, principalmente, das seis, no horário. E boa parte destas novelas trazia uma temática mais pueril, com tramas mais leves e de fácil digestão. Celebridade só conseguiu a chance de ser reapresentada à tarde em razão da queda da classificação vinculada a horários.

Com Ibope abaixo do esperado, Globo acelera edição de Celebridade e exibe 10 capítulos em 1 semana

Ou seja, o público do Vale a Pena Ver de Novo se acostumou a histórias mais românticas e simples. Já Celebridade é uma trama mais intrincada, que envolve sexo, poder, inveja, corrupção, assassinatos e outras temáticas mais pesadas. Isso pode ter afugentado o público. Mesmo assim, a Globo parece não estar disposta a jogar a toalha, já que escolheu Belíssima para substituí-la. Trata-se de outra novela de temática mais adulta e pesada. Os resultados obtidos com a história de Silvio de Abreu, exibida entre 2005 e 2006, podem ditar os próximos rumos do Vale a Pena Ver de Novo.

Joyce Ribeiro tem o espaço que merece no Jornal da Cultura

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio