Sofrimento de Leopoldina evidencia amadurecimento de Letícia Colin como atriz

Publicado em 08/06/2017

Antes de Novo Mundo estrear, Letícia Colin já despertava curiosidade sobre seu desempenho como Leopoldina.

Isso ocorreu em razão de Caio Castro fazer questão de comentar o quanto estava surpreso com o sotaque adotado pela atriz para interpretar a rainha. Por isso, precisava se empenhar para não fazer feio.

Castro segue repetindo o elogio sobre a parceira de cena até hoje, e ele não mentiu: realmente é impressionante a forma natural como Letícia se expressa para dar vida à austríaca.

Mas não somente esse detalhe chama atenção nesta brilhante atriz. Nessa fase de Novo Mundo em que Leopoldina surge frustrada após a morte do filho e ainda tem que lidar com Dom Pedro (Caio Castro) apaixonado por outra, ela nem precisa abrir a boca: seu rosto, que evidencia o quão arrasada está, diz tudo.

E esse é o verdadeiro ator, aquele que com os olhos passa ao espectador a sua mensagem.

Letícia, que começou aos 10 anos na TV no seriado Sandy & Junior, apesar de aparentar ter menos idade [27 anos], se transformou num dos grandes talentos do veículo e está pronta para papéis maduros e cada vez mais desafiadores.

Letícia Colin chora ao falar de Isabelle Drummond: “Inspiração para mim”

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.