Segunda Chamada, muito mais do que “Sob Pressão da educação”

Publicado há 9 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (17), a TV Globo exibiu o último episódio da temporada da série Segunda Chamada, grande criação de Carla Faour, Julia Spadaccini e Jô Bilac. Devido ao tom de suas histórias, contadas com crueza e sinceridade, mas também com emoção e humanidade, não faltou quem chamasse a série de “Sob Pressão da educação”. Com efeito, a alusão a outro êxito de público e crítica da emissora, que fala da dura realidade dos hospitais públicos brasileiros, até se justifica. Todavia, Segunda Chamada é mais do que isso. Thalita Carauta, Hermila Guedes, Sílvio Guindane, Paulo Gorgulho e, principalmente, Débora Bloch, os professores da escola, um melhor do que o outro. José Dumont, Vinícius de Oliveira, a ótima Teca Pereira e a revelação Linn da Quebrada, só para exemplificar, entre tantos talentos se destacaram no grupo de alunos. Educação não é brincadeira, e as dificuldades dos professores podem e devem ser tratadas com seriedade. Sem dúvida, foi um dos melhores programas da TV no ano. Quiçá o melhor.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais