Record TV repara erro ao trazer Gottino de volta, mas é preciso atenção

Volta de Reinaldo Gottino resolve um problema, mas expõe outros na Record TV

Publicado há 5 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a hegemonia quase total da TV Globo no ranking da audiência, um programa de um concorrente que consegue quebrá-la deve ser valorizado por seu canal.

Assim, a Record TV tinha que se cercar de todas as seguranças para manter a boa fase do Balanço Geral SP, o programa vespertino que ajudou a eliminar o Vídeo Show e seguiu dando dor de cabeça à líder até pouco tempo atrás.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por isso, o apresentador Reinaldo Gottino, um dos responsáveis por este sucesso, tinha que ser valorizado como tal. Mas não foi e acabou deixando o canal rumo à CNN Brasil.

Tardiamente, a Record TV reconheceu o erro e tratou de trazer Gottino de volta. Desde segunda-feira (9), o jornalista reassumiu o comando do Balanço Geral, e voltou a formar o imbatível trio de A Hora da Venenosa, com Fabíola Reipert e Renato Lombardi. A audiência já sentiu.

O BG, que sofreu uma queda nas mãos do interino Matheus Furlan, e também por conta do fortalecimento do jornalismo da Globo em razão da cobertura da pandemia, voltou a reagir. Ou seja, Reinaldo Gottino voltou ao seu habitat natural e o público percebeu isso.

Não que ele não fosse um bom âncora na CNN Brasil. Mas o canal de notícias tem um estilo mais quadrado, engessado mesmo, que é copiado da matriz americana.

E Gottino sempre se destacou justamente pela sua facilidade em quebrar amarras e apresentar um jornal de maneira mais solta. Ou seja, ele não se enquadrou naquele posto.

Enquanto isso, o Balanço Geral é praticamente um programa de auditório sem auditório. Para comandar um programa que mistura polícia, fofoca, cobra de pelúcia e merchandising, e fazer tudo isso ter algum sentido, é preciso ter um estilo meio “showman”. E Gottino, goste-se ou não, tem.

Renovação de elenco

Assim, Reinaldo Gottino volta à Record TV com status de estrela, reconhecimento que a emissora deveria ter feito antes de sua saída. Mas o canal conseguiu reagir a tempo e deve conseguir recuperar os danos desta ausência. Porém, é preciso atenção.

Afinal, está claro que, hoje, os bons resultados de audiência da Record TV são bastante dependentes de profissionais do porte de Gottino. E eles não são muitos.

Balanço Geral Manhã, Balanço Geral SP e Cidade Alerta são programas de formatos semelhantes, e todos eles dependentes de seus apresentadores. À tarde, Luiz Bacci conseguiu se firmar como substituto de Marcelo Rezende.

Mas, pela manhã, a emissora já fez apostas, como Bruno Peruka e André Azeredo, que não funcionaram. Depois, teve que recontratar Celso Zucatelli para a missão.

Na hora do almoço, para suprir a breve ausência de Gottino, a emissora apelou para Geraldo Luís, que já estava afastado do jornalismo diário há tempos.

Ou seja, a emissora tem sérias dificuldades em formar novos âncoras para seus jornais populares. O que faz com que qualquer baixa seja muito sentida.

Sendo assim, este vai-e-vem de Gottino serve de duas lições: a emissora deve valorizar os apresentadores que trazem resultado; e também deve trabalhar no sentido de formar bons substitutos, para que ela não se torne totalmente dependente de poucos nomes.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais