Record TV erra em estratégia de estreia da temporada de Troca de Esposas

Publicado há 10 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Troca de Esposas é o mais interessante reality show da programação da Record TV. O programa de Ticiane Pinheiro proporciona uma experiência única ao público e aos participantes quando promove uma troca entre matriarcas de duas famílias. O fato de não haver um produto de proposta similar, nem na própria Record e nem nos demais canais, aumenta a relevância da atração. Justamente por isso, a emissora falhou na estratégia de lançamento da segunda temporada, que começou nesta quarta (05).

Isso porque Troca de Esposas teve uma primeira temporada bem-sucedida em 2019. O programa foi exibido nas noites de quinta-feira e registrou uma audiência satisfatória para a Record na ocasião. Além disso, se tornou assunto. Trocas como as de Aritana, uma “carnívora” que foi parar numa família vegana, ganharam ecos entre os espectadores e nas redes sociais. Ou seja, teve repercussão, o que é sempre importante num programa do gênero.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por isso mesmo, terminada a primeira leva, a Record devia ter poupado o formato. O descanso poderia despertar boas expectativas, o que se refletiria numa boa recepção do programa na ocasião de seu retorno. No entanto, não foi isso que a direção da emissora fez. A Record optou por reprisar o primeiro ano, e ainda no ano passado. Troca de Esposas ganhou um repeteco aos sábados, tapando o buraco deixado pelo fim do Programa da Sabrina.

Neste ano, a estratégia piorou. Para lançar a segunda temporada, a emissora promoveu um “esquenta”, num novo repeteco da primeira no mês de janeiro. Assim, Troca de Esposas estreia nova temporada nesta quarta, mas já estava no ar desde o início de 2020. Isso, sem dúvidas, diminuiu o impacto da estreia. Lançar um “episódio inédito” em meio a uma leva de reprises não tem a mesma força de relançar um programa, que entraria no ar com uma temporada totalmente nova. Houve um desgaste desnecessário do Troca de Esposas, que pode prejudicar o seu rendimento.

Família x Família

Dito isto, Troca de Esposas estreou sua segunda temporada com fôlego. A troca envolvendo o humorista Fuzil rendeu momentos divertidos ao público. A graça do programa é, justamente, ver como pessoas tão diferentes precisam se adaptar às situações para uma boa convivência. E mais: que, apesar das diferenças, famílias são famílias.

Por conta desta proposta inusitada, Troca de Esposas se destaca como o melhor reality show da Record. O formato é um acerto na emissora. Afinal, em meio a tantos realities semelhantes, Troca de Esposas é uma lufada de ar fresco que serve como contraponto aos confinamentos do Power Couple e A Fazenda. Só precisa mesmo rever a estratégia de lançamento e não desgastar a fórmula.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio