Primeiro Impacto é o telejornal de menor valor e credibilidade na história do SBT

Publicado há 7 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Comandado por figuras excêntricas e controversas, o Primeiro Impacto, na fase atual, transformou-se no produto mais questionável da história do jornalismo do SBT. O escrachado Aqui Agora nunca influenciou tão negativamente a imagem do setor quanto o atual telejornal. Em seus primórdios, a atração viveu momentos com Karyn Bravo e Joyce Ribeiro, e, há mais de três anos está entregue nas mãos de Dudu Camargo e Marcão do Povo, ambos dividindo espaço. De Márcia Dantas, falaremos depois.

Ao longo de sua trajetória, o jovem de 21 anos não teve uma boa assessoria, tampouco esforçou-se para melhoria de sua imagem e conduta profissional, o mínimo que se espera de um âncora. Dudu nunca teve bom relacionamento com a imprensa e também não conseguiu ser bem visto pelos próprios colegas de emissora. Nome proibido nos principais programas da casa, ao que parece, Dudu sequer fez questão de que este cenário fosse diferente. E isso, concorde-se ou não, pesou na credibilidade do Primeiro Impacto. Se você conhece alguém que sintoniza no telejornal para saber de trânsito, tempo, economia e política, por gentileza, o canal está aberto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

karyn Bravo e Joyce Ribeiro apresentaram o Primeiro Impacto no início (Reprodução: SBT)

E afinal, o que o Primeiro Impacto tem oferecido ao público em suas cansativas seis horas e meia de duração? Estrutura não é, prestação de serviço, então, passa longe! Mas a pregação usando o nome de Deus está cada vez mais desenfreada, bem como o didatismo sobre como as pessoas “deveriam” se comportar diante dos fatos sociais. Ademais, não há como não citar a promoção de produtos religiosos de Dudu Camargo (frequentador da Universal do Reino de Deus).

Outra realidade é o preenchimento de brincadeiras descabidas e desnecessárias. “Está de volta a crise. Ninguém falou em crise no Carnaval, ninguém falou de problemas sociais, ninguém falou da Amazônia, ninguém falou mais nada“: assim proferiu Marcão do Povo na abertura do telejornal na Quarta-feira de Cinzas. Fala sério! Em um ano marcado pela maior expressão política durante a folia, qual o cabimento? E então eu lhes pergunto – o que o apresentador com um salário que beira mais de 40 mil reais tem a ver com com a esbórnia do povo? Seria bom que ele reavaliasse com humanidade casos estarrecedores do qual esteve envolvido nos últimos anos, incluindo quando foi acusado de ocasionar o suicídio de um rapaz ao qual se referiu, ao vivo, como “corno elétrico”.

Marcão do Povo e Dudu Camargo no Primeiro Impacto (Reprodução/SBT)

Marcão do Povo tem suas qualidades. Diferente de Dudu, ele tem amizades no SBT, é bem relacionado, educado com a imprensa e, claro, mais responsável e aplicado com os horários. Mas deveria levar com maior seriedade sua profissão. Doa a quem doer, do O Povo na TV ao Aqui Agora, passando por Documento Especial, o mundo-cão nunca esteva tão mal representado como agora. O nível de desconhecimento de Dudu Camargo, por exemplo, é deprimente, mas tem quem enxergue evolução. O apresentador, em 2019, chegou a pedir para uma repórter, ao vivo, pegar um projétil de arma que encontrava-se no chão de onde aconteceu uma chacina.

Ainda com equipe reduzida desde dezembro quando o Observatório da TV apurou que internamente a atração passava por um dos períodos mais conturbados desde a sua estreia. O Primeiro Impacto peca pela total falta de investimentos. E isso “salga” os olhos do público, o prestígio beira ZERO. Os executivos do SBT viram as injustas saídas de muita gente boa: Hermano Henning, Karyn Bravo, Joyce Ribeiro, Cassius Zeilmann, Daniel Adjuto, Analice Nicolau (esta retornou para cobrir afastamento de Rachel Sheherazade) e tantos outros. Todos sem nenhum reconhecimento profissional, muita gente magoada e diante do apelo midiático que representa os atuais condutores e o que eles podem gerar de buzz.

Simony, Dudu Camargo e Nelson Rubens no Bastidores do Carnaval (Reprodução/Rede TV!)

Agora pasmem! Nesta mesma quarta de cinzas, na sequência de uma reportagem de incêndio que vitimou pai e enteada e que deixou dois filhos em estado grave, o programa entrou com um merchan e Marcão do Povo gritava: “Tá queimando tudo, né?“. Genial, não?

Mas a repercussão negativa da vez envolve ele mesmo, Dudu. Ele que não mede esforços para aparecer na mídia, mesmo que isso custe seu emprego. De contrato renovado, o rapaz voltou a causar, desta vez durante o Carnaval da RedeTV! (emissora na qual também bate cartão). Dudu foi acusado de assédio pela cantora Simony, no Bastidores do Carnaval. A comunicação do SBT foge das polêmicas causadas por ele, pois, como todos sabem, Dudu Camargo tem a defesa de Silvio Santos. Mas não do povo. Contudo, você concorda como não tem como defender o Primeiro Impacto? Quanto a Márcia Dantas, melhor deixar a profissional isenta de qualquer crítica. Gabaritada e experiente, a apresentadora merecia o Primeiro Impacto só pra ela.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais