Poderosa? Globo é obrigada a se curvar diante do público

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos últimos dias, a Globo se viu obrigada a rever suas atitudes em duas ocasiões: após as polêmicas envolvendo José Mayer e Marcos, ex-concorrente do Big Brother Brasil.

Na primeira situação, a emissora se posicionou mantendo o ator entre os escalados para a próxima novela de Aguinaldo Silva, O Sétimo Guardião.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, a acusação de abuso sexual contra o profissional culminou em protestos de mulheres, que contou até com globais vestindo a camisa da campanha #MexeuComUmaMexeuComTodas, e em Mayer confessando seu erro.

Como não tinha jeito, a Globo suspendeu o veterano. Cabe registrar, a surpresa foi o canal noticiando o caso em seus telejornais. Mas tudo depois que o circo já estava “pegando fogo”.

Agora, depois de dias em que o público acusava Marcos de ter agredido Emilly no confinamento do BBB, a polícia precisou agir para que a rede da família Marinho tomasse uma atitude. Ou seja, a expulsão de Marcos – o barulho feito por público, familiares e formadores de opinião não foi suficiente.

Sonia Abrão diz que Emilly também tem que ser expulsa do BBB 17: “Primeira a agredir”

Em resumo, a Globo, sempre vista como “poderosa”, agora precisa se curvar diante de seus “súditos”, que não aceitam mais calados as atitudes da emissora. Novos tempos: o futuro já começou.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio